SEO significa Search Engine Optimization, que é a otimização de sites para que os sistemas de busca possam posicioná-lo melhor na página de resultados de uma pesquisa. Basicamente, o Google identifica palavras iguais ou semelhantes àquelas que o usuário utilizou para sua busca e oferece uma lista de sites. Este é o chamado resultado orgânico.

Existem duas maneiras de aparecer nos resultados de pesquisas realizadas no Google: conseguir uma boa colocação nos resultados orgânicos ou através de links patrocinados/adwords – neste caso, o usuário também aparece nos resultados, porém, na área destinada aos anúncios pagos.

Vamos ver a seguir como SEO ou links patrocinados podem ser usados em estratégias de marketing digital?

O consumidor dá mais relevância aos resultados orgânicos

O especialista em Marketing de Afiliados e Marketing Digital, Evgenii Prussakov, co-autor do livro “Visão das Compras online através de Consumidores: Um estudo de usuários – Respostas a 107 Perguntas”, fez uma pesquisa com usuários da internet, efetivamente consumidores online.

Esta pesquisa oferece uma visão muito significativa sobre este tema. Vamos ver as perguntas que mais interessam e suas respostas:

1) Os usuários sabem a diferença entre busca orgânica e link patrocinado nos motores de busca?

Resposta:

Não – 18%

Sim – 82%

2) Os usuários têm mais confiança no link orgânico ou patrocinado?

Resposta:

Mais confiança nos links patrocinados – 27,95%

Mais confiança nos links orgânicos – 72,05%

Portanto, o investimento no chamado “novo SEO”, que inclui o marketing de conteúdo, pode gerar bons resultados. A pesquisa demonstrou ainda que a confiança que o usuário tem em uma página bem colocada no posicionamento orgânico do Google, deixa-o também mais confiante com relação às informações sobre os produtos e serviços oferecidos através do site.

As variáveis da busca orgânica

O Google utiliza mais de 200 variáveis na hora de determinar o posicionamento de páginas da internet nos resultados. Pode-se dividir estes critérios em três grandes categorias básicas:

1. On page: são elementos da estrutura do site. Quem o gerencia ou  desenvolve-o possui algum controle sobre o posicionamento, tais como: Título <Title> (não só do conteúdo, mas também da página), tags H1, H2, H3, o cabeçalho, a densidade em que a palavra-chave está sendo utilizada, meta description, URL etc.

2. Off-page ou Link Building: um dos critérios mais relevantes calculado pelo algoritmo do Google é o número de links direcionando para o seu site/blog. Isto porque assume-se que quanto mais referenciado você é, maior a tendência do conteúdo ser de qualidade e relevante perante outras páginas. Este critério está um pouco mais distante do alcance do desenvolvedor do site. Uma melhor forma de conseguir alcançá-lo é produzindo conteúdo de qualidade, participando de outros blogs/sites com comentários e guest posts, relacionando-se em grupos nas redes sociais, criando networking e, consequentemente, conquistando mais links para o seu site.

3. Experiência do usuário e sinais sociais: a qualidade do site é medida pela experiência e o retorno (feedback) dos usuários que navegam pelo site. Este trânsito dá ao Google um forte indício de qualidade: tempo de permanência, número de páginas visitadas etc.

Trabalhar com SEO ou links patrocinados?

Tanto links orgânicos quanto links patrocinados devem levar o usuário a informações interessantes que prendam sua atenção. Para isso, o blog corporativo é fundamental, já que as informações contidas no site institucional são estáticas. O blog, ao contrário, permite dinamismo, a apresentação de conteúdos de qualidade que demonstrem a autoridade da empresa no tema e podem envolver o usuário em um relacionamento, tornando-se um eficiente canal de comunicação e marketing.

A maioria dos usuários está em busca de soluções e informações, dificilmente digitam o nome de uma empresa, eles procuram pelo tema e só então chegam a elas. O melhor caminho para chamar a atenção do usuário na rede é através do conteúdo. Posicionando-se no Google, tanto no ranking orgânico quanto através do link patrocinado, o importante é que, ao pesquisar, o usuário encontre o conteúdo que procura: informativo, educativo e profissional.

E você, tem utilizado SEO e links patrocinados na sua estratégia? Os resultados têm sido satisfatórios? Comente abaixo!

Previous ArticleNext Article

This post has 13 Comments

13
  1. Pingback: A importância do design no marketing de conteúdo
  2. Pingback: Metas para 2015: como obter mais resultados com o marketing de conteúdo - MARKETING DE CONTEÚDO
  3. Pingback: SEO X Links Patrocinados - Maxisite Blog
  4. Pingback: SEO: como a otimização de sites pode impulsionar seu negócio - Blog da ValueHostBlog da ValueHost
  5. Links Patrocinados é algo muito sério para o marketing digital. Vejo poucas empresas que cuidam de Links Patrocinados ou Google Adwords com muita perfeição. A DGAZ uma agência de marketing digital e links patrocinados é excelente para SEO e Adwords. Compartilho o link com vocês caso alguém se interessar: http://www.dgaz.com.br/

  6. Tenho uma dúvida. Em nossa estratégia, nossa principal palavra-chave nos deixa em 2º lugar na busca orgânica, porém, na busca paga ela se torna a palavra mais acessada e consequentemente, a mais cara.

    Se estamos bem ranqueados pela busca orgânica, é prejudicial abrir mão da busca paga para esse termo?

    Obrigada.

    1. Jefferson, o trabalho de otimizar seu site para um melhor posicionamento é chamado de SEO e deve ser um trabalho contínuo, com resultados de médio a longo prazo. Temos alguns artigos que podem ajudá-lo a entender melhor:
      http://contentools.com.br/marketing-de-conteudo/descomplicando-o-seo/
      http://contentools.com.br/marketing-de-conteudo/seo-checklist-por-que-e-como-voce-deve-otimizar-seus-conteudos/
      http://contentools.com.br/marketing-de-conteudo/5-dicas-avancadas-de-seo-para-otimizacao-do-seu-site/

      Boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.