Quem gosta de cozinhar sabe: ingredientes de qualidade são meio passo para um prato saboroso. No caso de um blog, o ingrediente principal é o conteúdo. Assim como selecionar alimentos e temperos, escrever um bom conteúdo é uma escolha.

Você pode escolher dedicar tempo e trabalho para criar sua marca e a presença da sua empresa na web – nesse caso, tanto pode ser você mesmo criando quanto especialistas no assunto produzindo para você. A outra escolha é fazer de qualquer jeito e escrever um conteúdo ruim que não irá levá-lo a lugar algum. Resultará apenas em perda de energia, de tempo e de recursos.

O caminho do marketing digital de qualidade é claro como um bom azeite: para otimizar seu site, ganhar tráfego e ter mais conversão, você precisa gerar bom conteúdo para seu blog ou website. Se você criar conteúdo original, as ferramentas de busca irão ajudá-lo a ganhar exposição.

Por sua vez, o Google já se armou com um plano que pune sites com conteúdo duplicado. Ou seja, o Google quer premiar sites e blogs que contenham conteúdo original. Então conteúdo de qualidade não apenas torna seu blog melhor como também aumenta o ranqueamento do seu site – o que certamente tem impacto muito positivo para seu negócio.

Seja qual for a razão que o leve a começar uma estratégia de marketing digital, faça do melhor jeito possível. Ter à mão essa receita de apenas nove ingredientes certamente irá ajudar:

1. Quando blogar: Crie conteúdo original

Como já mencionamos, conteúdo original melhora sua posição no Google e atrai mais visitantes para suas páginas. Copiar conteúdo dos outros vai resultar em punição. Muitas empresas que ficavam no topo das páginas de busca antes do novo algoritmo entrar no ar já não são mais vistas.

Mas vamos além. Original também significa originalidade. Sua ideia deve ser original! Requentar conceitos que já foram mostrados em sites e blogs de outras empresas também não vai gerar reconhecimento. Se seu prato principal for requentado, seus fregueses vão preferir o restaurante ao lado. Ou seja, ninguém vai compartilhar seus links – o que por sua vez encerra o propósito de gerar conteúdo.

2. Quando blogar: Escreva títulos de impacto

Um bom título desperta o interesse e chama o leitor para dentro do texto. Estudos mostram que de cada dez pessoas que acessarem seus posts, oito irão ler o título (80%), mas apenas duas (20%) irão realmente ler a íntegra do texto. Isso significa que o título ou manchete tem importância tão grande quanto o post em si.

Vamos ver um bom exemplo:

titulo_decorado

O blog da Decora.do tem o propósito de passar dicas para o leitor melhorar os ambientes de casa por conta própria. O título resume bem essa intenção. Ao deparar-se com ele, o leitor já sabe o que virá no texto e o conjunto de adjetivos é exatamente o que irá despertar a curiosidade do visitante do blog para o texto: quero saber de decoração, mas não quero saber de complicação.

Invista um tempo em seus títulos. Se possível, escreva alguns e depois escolha o que achar melhor. Não “passe batido” por essa etapa. Os títulos são a primeira coisa que lemos e o divisor de águas para escolhermos entre o que iremos ler e o que deixaremos para depois (ou nunca mais).

Para mais informações, confira o artigo publicado no blog da Resultados Digitais sobre como escrever títulos atraentes.

3. Quando blogar: Produza conteúdo útil

Qual foi o último post que você escreveu? Ele dava aos leitores conselhos sobre como aplicar as informações na hora? O melhor conteúdo dá ao leitor um sentido de como aplicar aquela informação de forma útil. Não degrada os usuários dizendo a eles o que fazer, com conselhos professorais, de cima para baixo. Mas, ao contrário, os respeita e demonstra que são os leitores que saberão usar o material da melhor forma.

Quem produz seus posts deve dar aos usuários dicas de como usar o material que está sendo oferecido. Algumas vezes, basta escrever bem sobre determinado assunto para deixar o leitor cheio de ideias ao final.

Afinal, as pessoas leem para inspirarem-se e tornarem-se melhores em algum campo do conhecimento. Ajude seus leitores nesse processo.

4. Quando blogar: Seja capaz de fornecer respostas

Qual o propósito de uma ferramenta de busca? Muitas pessoas diriam que é fornecer um conjunto de respostas. O Google é ótimo nisso. Basta digitar uma dúvida no Google para ver links, fotos e vídeos.

Quando as pessoas usam uma ferramenta de busca, o que em última análise elas querem é uma resposta. E é tarefa dessa ferramenta fornecer essa resposta.

São essas mesmas pessoas que estão lendo posts em blogs, vendo infográficos ou assistindo a um vídeo – elas querem respostas para ganhar conhecimento. Aliás, as pessoas não querem só respostas, elas querem respostas rápido. Então faça com que seu conteúdo seja fácil de repassar de forma que os leitores consigam compreender os pontos principais rapidamente.

5. Quando blogar: Seja preciso em seus dados e fontes de informação

Pense a respeito: você escreve um artigo para o site de sua empresa, milhares de pessoas leem e alguns dados que você acrescentou são, na verdade, incorretos. Já imaginou o prejuízo que isso traria para sua empresa e sua própria reputação? Lembre-se: seu blog é o reflexo da sua empresa. Se há algum problema com seu blog, ele impacta na forma como as pessoas verão seu produto.

É importante que qualquer estatística que você inclua possa ser verificada. Muitos blogs costumam incluir links para pesquisas e fontes. Precisão constrói credibilidade junto aos leitores.

Aqui vão algumas dicas para pensar sobre exatidão e outras questões:

  • Avalie de quem é o link. A fonte é confiável, uma autoridade no assunto? Incluir links para outros sites de qualidade vai fazê-lo merecer a confiança dos leitores.
  • Incluir links para mais conteúdo só ajuda. Quanto mais você se armar e fundamentar o que você está escrevendo, mais confiável seu conteúdo irá se tornar.
  • Ajude as ferramentas de busca. Incluir links para outras fontes de conteúdo ajudará as ferramentas de busca a identificar sobre o que é seu conteúdo e como ele deve ser categorizado.

 

6. Quando blogar: Crie conteúdo provocativo

Um público engajado presta atenção a cada palavra do interlocutor e segue tudo o que ele escreve ou fala. Mas a única forma de engajar sua audiência é criando conteúdo interessante e provocativo. Aqui vão algumas dicas que ajudarão a criar textos assim:

  • Deixe perguntas para os leitores. Não significa deixar um post pela metade, mas incluir questões que façam o leitor refletir sobre como ele pode complementar o conhecimento que acabou de adquirir.
  • Invista em uma introdução promissora. Já pensou que não são apenas os ingredientes de uma receita que acabam sendo julgados pelo rótulo na prateleira do mercado? Posts também recebem julgamentos por parte dos leitores – e bem rapidamente. A maioria das pessoas decide nas primeiras linhas se a leitura vale a pena ou não. Mostre aos usuários porque eles devem se importar com o assunto e o que será apresentado no post, já no início. E faça de uma forma que convide à leitura.
  • Seres humanos adoram histórias. Você pode usar uma anedota na introdução ou mesmo ter uma narrativa em um post. Histórias também podem ajudar a esclarecer um ponto. Sempre que possível, recorra às histórias. Isso ajuda o leitor a aprender e a engajar também.

Outra vantagem de um conteúdo provocativo é que ele costuma gerar mais comentários e compartilhamento – o que, por sua vez, fará as ferramentas de busca voltarem atenção para seu blog.

7. Quando blogar: Transmita melhor sua mensagem com imagens e vídeos

Você já sabe que as pessoas aprendem de jeitos diferentes. Algumas aprendem mais lendo, outras ouvindo. O importante é que ninguém aprende menos com recursos visuais. Usar fotos, vídeos ou diagramas ajuda a ilustrar um ponto na mensagem.

Independente do tema sobre o qual você está escrevendo, adicione imagens. No entanto, só adicione imagens que ajudem a leitura ou acrescentem à informação.

8. Quando blogar: Escreva conteúdo enxuto e direcionado

O escritor americano Scott Berkun disse que “escrever é editar”. Eliminar firulas é desafiador e dá trabalho. Mas também influencia diretamente em um bom resultado. Não há nada melhor que um texto curto, direto e recheado de informação.

Então não se concentre no contador de palavras. Um post mais longo não é sinônimo de um post melhor. Geralmente é o contrário. Posts mais curtos podem, inclusive, ser mais demorados de produzir em relação àqueles em que você simplesmente escreve tudo o que quer.

9. Quando blogar: Faça updates contínuos em seu website ou blog

Começar um blog ou site exige disciplina. É como assumir um compromisso. Se você escrever meia dúzia de artigos e abandonar o barco, você não terá muitos leitores ou novos visitantes. E não para por aí: as ferramentas de busca não favorecem sites que não fazem updates regulares.

Se você tem um blog ou site, precisa fazer atualizações regularmente, com conteúdo de qualidade. A maioria dos sites com bom conteúdo atualiza com frequência.

De acordo com um estudo feito pela Hubspot com mais de sete mil empresas, blogs de empresas que postam 15 artigos por mês têm 5 vezes mais tráfego que blogs de empresas sem atualização.

Modo de preparo:

Nessa etapa não tem muito segredo. Junte todos os ingredientes na ordem que preferir e boa sorte!

Aliás, não faltam argumentos (nem ingredientes) para um conteúdo bem feito. E, como na cozinha, cada um adapta a receita à sua maneira. No seu blog, você faria alguma substituição ou adicionaria algum tempero? Dê seu conselho de chef nos comentários! 😉

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.