Você sempre fica meio perdido com o controle de conteúdo do seu site? De onde ele está vindo? Em que quantidade? Qual o seu valor? Para resolver esse problema, você pode criar um inventário de conteúdo.

Você sabe o que é um inventário?

Primeiramente, vamos explicar um pouco sobre o que é um inventário, caso você não esteja familiarizado com esse termo. Existem algumas aplicações diferentes para ele; geralmente, estamos acostumados a ouvir essa palavra quando uma pessoa vem a falecer, assim, é feito um inventário para organizar todos os bens da pessoa que serão repassados a seus herdeiros. No caso de empresas, um inventário é responsável por reunir em uma lista todos os bens e materiais que ela possui.

Bom, não é muito diferente com empresas ou pessoas que trabalham com a produção de conteúdo. Em um exemplo simples, podemos explicar a importância do inventário de conteúdo: imagine que você está procurando um livro em uma biblioteca pública desorganizada, ou que não possui um sistema funcional de busca. Certamente você teria que dispor de algumas horas para achar o livro que procura. Agora, pense nessa situação aplicada ao conteúdo do seu site/blog.

A importância do inventário de conteúdo

O Inventário de conteúdo faz parte das 4 etapas do processo de análise do seu conteúdo, sendo elas:

  • Inventário do Conteúdo
  • Auditoria do Conteúdo
  • Mapa do Conteúdo
  • Modelagem do Conteúdo

Basicamente, um inventário de conteúdo é uma lista de tudo o que existe no seu site/blog. Nele, você deve incluir todos os textos, imagens, documentos e aplicações. Com isso, fica mais fácil analisar todo o material e obter uma melhor compreensão do que existe ou não no seu site, e se essas informações estão distribuídas da melhor forma para o leitor, alinhando assim tudo aquilo que precisa ser atualizado.

Esse registro pode ser feito em uma planilha ou até mesmo em um documento de texto, o que importa é que a ferramenta utilizada seja eficiente no processo de inserir e pesquisar informações. Veja na imagem a seguir um exemplo de como montar sua planilha:

Exemplo de planilha para inventário de conteúdo
Exemplo de planilha para inventário de conteúdo

Criando o seu inventário de conteúdo

Antes de começar, você deve definir dois pontos principais para o desenvolvimento do seu inventário:

  1. Entender o objetivo do processo e o porquê de realizar uma auditoria é fundamental para analisar quais resultados serão obtidos.
  2. Fazer um escopo do trabalho e determinar quais serão as áreas do seu site a serem analisadas, entendendo assim a extensão do trabalho a ser realizado.

Após a realização dessas duas etapas citadas acima, você poderá definir as informações a serem incluídas no inventário. Como, por exemplo:

  • ID ou localização do arquivo (na plataforma de gestão de conteúdo);
  • autor do conteúdo (informar conteúdos enviados por parceiros);
  • URL atual do site (adicionar mudanças de URL se necessário);
  • título;
  • meta descrição;
  • categorias e tags;
  • formato do arquivo (HTML, PDF, DOC, TXT, etc.);
  • datas de criação, revisão e publicação;
  • pessoa responsável por atualizar a página.

Quais os resultados esperados?

Ao estruturar o seu inventário de conteúdo, você poderá fazer a auditoria de conteúdo do seu site/blog com maior frequência, podendo tomar decisões como:

  • quais conteúdos precisam ser revistos;
  • quais deles precisam ser reescritos devido a gaps de conteúdo;
  • quais páginas precisam ser removidas;
  • quais conteúdos precisam ser redirecionados para se enquadrar ao mapa de conteúdo traçado.

Tem alguma dúvida sobre o tema ou sugestão de temas sobre os quais você gostaria de ler aqui no nosso blog? Deixe aqui nos comentários! Quer saber mais sobre a Contentools? Entre em contato com nossos consultores!

Previous ArticleNext Article

This post has 7 Comments

7
    1. Larissa, obrigada pelo comentário! Esse exemplo é só uma imagem ilustrativa pra que você possa montar a sua própria planilha. Você pode criá-la no excel, por exemplo. Fique a vontade para colocar tudo aquilo que você acha útil e caso precise. 🙂

  1. Olá pessoal, adorei o material mas não consegui abrir o arquivo: Exemplo de Planilha para Inventário de Conteúdo.
    Seria possível vocês me enviarem?
    Desde já agradeço.
    Ana Guimarães

    1. Olá Ana, obrigada pelo comentário! Esse exemplo é só uma imagem ilustrativa pra que você possa montar a sua própria planilha. Você pode criá-la no excel, por exemplo. Fique a vontade para colocar tudo aquilo que você acha útil e caso precise, aqui estão alguns tópicos que você poderia adicionar:

      – ID ou localização do arquivo (na plataforma de gestão de conteúdo);
      – autor do conteúdo (informar conteúdos enviados por parceiros);
      – URL atual do site (adicionar mudanças de URL se necessário);
      – título;
      – meta descrição;
      – categorias e tags;
      – formato do arquivo (HTML, PDF, DOC, TXT, etc.);
      – datas de criação, revisão e publicação;
      – pessoa responsável por atualizar a página.

      Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.