produzir conteúdo

Quando falamos em marketing de conteúdo, um dos maiores erros que os clientes geralmente cometem em nome da “economia” é delimitar o número de posts que entrarão no seu blog. Em outras palavras, pagar uma equipe interna ou externa de conteúdo para fazer 5 ou 6 posts, e nada mais do que isso. Bom, se os conteudistas não conseguirem dissuadir o cliente dessa ideia maluca, cedo ou tarde todos serão submetidos à mesma realidade: ficar sem produção de conteúdo compromete toda a estratégia.

Neste post, você vai entender por que a frequência de publicação de posts e demais conteúdos é imprescindível para manter a engrenagem da sua estratégia de marketing de conteúdo sempre funcionando.

Posicionamento

Uma das principais metas do marketing de conteúdo é fazer com que o seu site ou blog seja encontrado pelo seu público-alvo. E a melhor forma de ser encontrado dentro da vastidão da web é por meio do maior site de buscas disponível, o Google. Agora, veja só: dois dos critérios que os robôs do Google utilizam para avaliar qual domínio deve ser posicionado na dianteira das páginas de resultados são justamente a frequência e a quantidade de postagens.

Quanto mais frequentes forem as postagens, mais os robôs entenderão que se trata de um conteúdo útil para os usuários, pois está sempre sendo atualizado. Nessa equação, a quantidade de postagens também entra para mostrar se o domínio tem ou não volume de conteúdo suficiente para ganhar autoridade perante o Google.

Comprometimento da estratégia

Cada blog post ou peça de conteúdo (incluindo publicações nas redes sociais, por exemplo) é uma célula ativa dentro do “organismo” da sua estratégia. Cada célula interage com outra, e mais outra, no sentido de fazer com que o organismo permaneça sempre saudável, ou, no caso, bem posicionado no Google.

Quando você simplesmente para de criar novas células e deixa que as antigas sigam seu curso, pode ser muito difícil retomar o trabalho de posicionamento depois. Por exemplo, novas “bactérias” – ou domínios concorrentes com conteúdo similar ao seu – podem ter eventualmente surgido e contribuído para rebaixar a sua posição no Google. Ou mesmo palavras-chave que antes ranqueavam bem pararam de alavancar o seu post, que ficou preso após a fatídica segunda página do Google. A produção de conteúdo intermitente faz com que toda equipe fique atenta à performance de cada post, tendo, assim, mais base para afinar os posts futuros de acordo com os assuntos mais visitados e as palavras-chave mais procuradas.

Precarização do funil de vendas

Para que as conversões dentro do funil de vendas aconteçam, é preciso oferecer o conteúdo adequado para cada uma das etapas:

  • visitantes – conteúdo mais genérico, para personas que têm um problema, mas ainda não sabem nomeá-lo;
  • leads – conteúdo mais direcionado, para personas que já sabem qual problema querem resolver, mas estão em busca de soluções;
  • oportunidade/clientes – conteúdo pontual para convencer o lead a optar por sua solução, transformando-se em cliente da sua empresa.

Ou seja, se você ficar sem produção de conteúdo para qualquer uma dessas etapas, em algum momento seu prospect ficará empacado dentro do seu funil de vendas, pois ele não terá as informações suficientes para seguir em frente. Além de não poder faltar conteúdo em nenhuma das etapas, é necessário equilibrar o seu volume de acordo com cada fase, sempre acompanhando o fluxo do prospect dentro do funil.

Perda de relevância

Ficar sem produção de conteúdo por muito tempo impede que você atualize seu site ou blog com assuntos que estão em voga no momento, outro enorme critério para que o Google posicione bem o seu domínio. Já percebeu como os portais de informação e versões online de jornais impressos estão sempre no topo dos resultados do Google? Justamente porque já angariaram autoridade como fontes de informação confiáveis. Sem contar que, ao oferecer conteúdo factual no seu site ou blog, você estará utilizando palavras-chave muito buscadas, o que pode dar mais visibilidade ao seu domínio.

A título de exemplo, quando a série “Narcos”  foi lançada em 2015 pela Netflix, houve um boom de pesquisas pelo nome “Pablo Escobar” de acordo com o Google Analytics.

 

Conteúdo obsoleto

Você entraria num blog post com dicas para a declaração do Imposto de Renda com a data de 01/04/2013? Provavelmente não, certo? A resposta é suficiente para demonstrar que conteúdo obsoleto – ou que simplesmente deixa de ser atualizado – não tem vez na web. Se você não tiver como se comprometer com a atualização das datas, o melhor a fazer é omiti-las para não gerar a impressão de obsolescência nos leitores, afastando-os da sua URL instantaneamente.

Falta de novidades para o público-alvo

A frequência nas postagens – independentemente do espaço de tempo entre um e outro conteúdo – é importantíssima para engajar os leitores e criar neles o hábito saudável de visitar constantemente seu site ou blog e, quem sabe, até “favoritar” seu domínio.  Se você habituar os leitores a acessarem novos posts todas as semanas, eles corresponderão não só com page views, mas com comentários, compartilhamento nas redes sociais e indicação do seu link (prática do link building, na qual outros sites de relevo apontam para o seu, o que automaticamente contribui para a autoridade do domínio).

Como você pode perceber, ficar sem produção é fatal para qualquer negócio que se sustente pelo marketing de conteúdo. Daí vem a importância do planejamento do conteúdo, em que você irá prever os dias certos de postagem, a frequência ideal e os temas correlatos, livrando-se do risco de repetir temas ou ficar sem ideias para posts. Sem contar que o planejamento permite uma visão ampla sobre a estratégia, na qual você irá entender porque é essencial fazer a ancoragem de links entre cada post e como um post contribui para a performance do outro – e assim por diante.

E então, ficou convencido de que não dá para ficar sem produção de conteúdo? Para organizar seu conteúdo, utilize a nossa ferramenta Calendário de Conteúdo.

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.