Marketing de conteúdo ou publicidade online (Ads)? Eis uma dúvida comum a quem está em momentos iniciais de uma startup e já entende o valor do marketing digital. Qual dessas duas estratégias é o melhor investimento durante o período inicial do negócio? É o que responderemos neste post. Acompanhe!

Comecemos por definir o que é marketing de conteúdo e o que é Ads:

Marketing de Conteúdo

Conforme definido pelo Content Marketing Institute, marketing de conteúdo “é o processo de criação e distribuição de conteúdo relevante e valioso para atrair, adquirir e envolver um público-alvo bem definido e compreendido”.

Estamos falando de produção e publicação própria de um conteúdo que gire em torno do universo de negócios da empresa no blog, no site, nas mídias sociais, enfim, nos canais da empresa.

— Leia também: O que é Marketing de Conteúdo e como usá-lo a seu favor?

Native Ads

Native Advertising é uma forma de propaganda online que consiste em conteúdo pago (tipicamente um artigo), escrito por um anunciante, mas que aparece como se tivesse sido originado pela equipe editorial em uma fonte de notícias em particular ou blog. É, de uma forma simplificada, um post patrocinado, um publieditorial.

Principais diferenças entre Ads e Marketing de Conteúdo

Campanhas Ads costumam surtir efeito mais rápido do que uma estratégia de marketing de conteúdo quando o objetivo é alcançar tráfego. Por outro lado, o marketing de conteúdo, por sua característica de resultados em médio e longo prazo, é mais eficiente quando medimos a taxa de conversão.

Isso tem uma explicação. Como o funil de vendas é geralmente longo, uma estratégia de conteúdo bem estruturada pode conduzir os leads dentro do funil de marketing, o que as campanhas de Ads não logram. Entregar conteúdo de valor para cada estágio do funil surte mais efeito na venda ou em qualquer outra ação que se objetive que o lead tome, pois o foco está no relacionamento com os leads e baseia-se nos estágios da jornada de compra.

Em outras palavras, com uma estratégia de conteúdo, é possível atingir quem está e quem não está preparado para comprar. Já com Ads só é possível cobrir uma das etapas da jornada (descoberta, consideração ou decisão).

— Leia também: Para criar um conteúdo arrebatador, conheça a jornada de compra do seu consumidor

Ads para alavancar a estratégia de marketing de conteúdo

Dito isso, é importante dizer que campanhas de Ads são excelentes para alavancar a estratégia de conteúdo, principalmente quando a startup ainda não tem uma presença solidificada na web. Ou seja, por não estar bem posicionada nos mecanismos de busca, a marca pode se valer de anúncios e links patrocinados para chegar até o público-alvo.

Há casos, como os e-commerces, em que o Ads é utilizado em forma de re-targeting (comunicação dirigida baseando-se no histórico de navegação do usuário). Ainda assim, o marketing de conteúdo é necessário para ganhar atenção e criar autoridade de marca perante os públicos de interesse.

Em resumo, para startups em momentos iniciais, focar em uma boa estratégia de conteúdo pode ser muito mais proveitoso, sobretudo no que se refere ao orçamento. Com Ads, é necessário fazer investimentos recorrentes. Já com marketing de conteúdo, ganha-se relevância e posicionamento de forma orgânica sem a necessidade de gastar muito dinheiro.

E aí? Sua startup já investe em marketing de conteúdo ou prefere Ads? Deixe seu comentário!

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.