Com crescente acesso da população à internet, uma marca com boa reputação virtual pode ter muito mais credibilidade e sucesso do que àquela que o mocinho da novela das oito usa. Mas então, como se destacar nesse ambiente? A resposta é direta: na internet, criatividade vale mais do que dinheiro. Por isso, uma boa estratégia de conteúdo garante a fidelidade e o interesse do consumidor.

Tem que ter conteúdo

Blog, Facebook, Twitter, Instagram, LinkedIn, Google Plus… São tantos canais gratuitos para as empresas se inscreverem, que muitas acabam se perdendo nesse desafio.

Aí é que o Marketing de Conteúdo entra. Esse conceito tem o objetivo de desenvolver e publicar conteúdo interessante e de qualidade para atrair usuários e convertê-los em clientes e divulgadores da empresa.

marketing de conteudo

Quer um exemplo?

Uma cabeleireira tinha um blog e costumava publicar promoções e valores dos seus serviços. Os acessos vinham, geralmente, dos clientes dela. Porém, ela passou a investir em posts sobre tendências de coloração e corte de cabelo, novidades em esmaltes, dicas para cada tipo de rosto, etc. A partir de então, com Marketing de Conteúdo, o blog passou a receber visitantes de todas as partes do Brasil interessados no material que ela estava divulgando e que, de quebra, compartilharam e referenciaram as matérias e a estabeleceram como especialista na área da beleza. O blog também ficou famoso na cidade da cabeleireira e novas clientes surgiram a partir das dicas publicadas por ela.

Ou, seja: Produzir conteúdo relevante faz com que as pessoas conheçam o negócio e confiem de forma que indiquem aos outros e acabem tornando-se clientes reais.

Antes de colocar a mão na massa, veja alguns tópicos importantes:

1. Qual é o seu objetivo?

Você quer que determinado serviço ou produto tenha mais demanda? Insira conteúdo relacionado a ele. Deseja ser mais popular em determinada cidade? Trabalhe temas relacionados a ela.

2. Quem é o seu público alvo?

Delimitar quem é o seu público é essencial para que todo o conteúdo esteja adequado. São adolescentes? Textos mais descolados. São profissionais especializados? Invista em textos com mais informação técnica, por exemplo.

3. Produzir é diferente de copiar!

Cuidado com o plágio! Não é errado referenciar algum material que seja interessante ao seu público. Afinal, você também deseja ser divulgado por aí. Mas pense se começarem a publicar um conteúdo produzido por sua empresa, sem os devidos créditos! Dê prioridade ao conteúdo próprio e destaque-se pela criatividade e originalidade!

Boas ideias serão sempre compartilhadas. Independente do ramo do seu negócio, lembre-se que as pessoas gostam de dividir momentos e opiniões com os outros.

Para lhe ajudar neste desafio, preparamos o e-book “Marketing de conteúdo: o que você precisa saber para começar”. Baixe gratuitamente e aproveite dicas importantes para a sua empresa ganhar destaque na web.

Boa leitura!


Previous ArticleNext Article

This post has 1 Comment

1
  1. Este é um ótimo post para quem está iniciando um blog corporativo ou mesmo pessoal. O marketing de conteúdo realmente ajuda seu cliente a encontrar você ou sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.