Aumentar a notoriedade da sua startup e ranqueá-la melhor nos motores de busca não é uma tarefa fácil – e você já sabe disso. Ao iniciar uma estratégia de marketing de conteúdo é normal e realmente tentador divulgar anúncios pagos ou enviar e-mails para mailings comprados. Mas você também já sabe que essas técnicas foram perdendo a eficácia com os anos e a sua startup não pode se dar ao luxo de perder tempo e dinheiro em uma modalidade de marketing que as pessoas aprenderam a ignorar.

Quais são os principais erros ao iniciar uma estratégia de marketing de conteúdo?

Sabendo que 94% dos links acessados pelos usuários no Google são orgânicos e não pagos, você pesquisou sobre marketing de conteúdo para startups e sobre quando começar a blogar, montou a sua estratégia, visualizou todas as fases do seu funil de compras, selecionou quais são os conteúdos indicados para cada uma delas e, mãos à obra, começou a produção. Essa é a razão pela qual você merece nossos parabéns! Você já percorreu 80% do caminho rumo ao alcance das suas metas. A função deste post é justamente te ajudar a transpor os outros 20%. Você pode estar cometendo alguns erros invisíveis e apontá-los vai te ajudar a corrigi-los. Veja se reconhece algum deles na sua estratégia:

Escrever posts com linguagem muito técnica

Faz anos que as empresas confundem as pessoas utilizando linguagem corporativa e jargão de negócios. E isso não atrai o público. Para evitar que seus textos saiam muito técnicos (e chatos) siga essas quatro dicas de edição:

1. Nunca utilize clichês ou metáforas.

2. Corte palavras inúteis do conteúdo.

3. Escreva as frases na ordem direta (sujeito + verbo + complemento).

4. Diminua o tamanho das frases. Frases muito extensas podem deixar o assunto cansativo e até confuso. Transforme uma frase muito longa em duas ou três frases curtas e objetivas.

O método das luzes do semáforo é uma maneira legal de te mostrar se o seu conteúdo está bacana ou não, porque oferece uma representação visual da sua qualidade. Enquanto você lê, grife de vermelho as sentenças que estão má escritas e que precisam ser removidas ou reescritas, de amarelo as que precisam ser mais trabalhadas, e de verde aquelas que estão perfeitas. Seja rigoroso com você e os leitores irão te agradecer.

Mensurar os resultados errados

Existem dois grandes erros na mensuração de resultados no marketing de conteúdo: o primeiro é medir tudo o que se vê pela frente, e o segundo é não medir nada. No primeiro caso, você estará agindo às cegas; no segundo, vai produzir pilhas e pilhas de dados que nunca vai ter tempo para analisar. Não seja 8 ou 80 –  meça apenas aquelas métricas que importam de verdade: de acesso, de engajamento, de relacionamento e de conversão. Cuidado para não perder tempo com métricas de vaidade – como o número de likes da sua fanpage – e esquecer as mais valiosas para aumentar as vendas.

Ser impaciente

Você sabe que depois de concluir seu post e publicá-lo, vem aquela impaciência de saber como o público reagiu a ele. Diminua as suas expectativas. Somente assim você  conseguirá evitar frustrações e a falta de confiança na estratégia caso aquele cenário imaginário que você criou não se concretize. Outro erro comum é tentar começar com mídias complexas, como vídeos e webinars. Tenha calma e dê um passo de cada vez. Comece escrevendo blog posts e e-books. Assim, você ganhará experiência e será mais assertivo na hora de investir em outros formatos.

E você, lembra-se de outros erros cometidos por quem está iniciando na prática de marketing de conteúdo? Não esqueça de compartilhar conosco!

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.