Existe um momento muito tenso pelo qual algumas empresas passam todo mês ou com alguma frequência. Não, não estamos falando de ter que pagar as horas extras ou do fechamento da folha de pagamento dos colaboradores. É o momento em que os funcionários são cobrados para escrever algum conteúdo para a empresa, seja um post, um artigo ou depoimento.

As reações são muitas e podem ser um pouco dramáticas:

Mas eu não sei escrever. 🙁

Gente, não faço a mínima ideia… Vou falar sobre o quê?!

Tô cheio de trabalho, não tenho tempo agora… Me lembra semana que vem?

Tenho vergonha… Você vai rir dos meus erros de português!

Como deu para perceber, as desculpas são várias. Mas com uma boa dose de disciplina, é possível encaixar alguma produção de conteúdo entre as atividades. Vamos ver como fazer isso sem dores? Veja abaixo como derrubar cada uma das resistências que a sua equipe pode ter para escrever para a empresa.

Não saber escrever

Pode ser que a pessoa não tenha muita habilidade para escrever;  nesse caso, não se deve cobrar a execução de um texto jornalístico. O interessante é que ela possa escrever algo, ainda que seja um rascunho, dentro das suas limitações textuais. Esse material sempre deve passar pela revisão de outro profissional, esse sim com mais experiência em produção de texto. Ele fará os ajustes necessários em relação à estrutura do conteúdo, avaliará se o material está de acordo com o formato e com os canais em que será publicado e se o que está sendo abordado no texto é coerente.

Tentou tudo isso e mesmo assim está difícil? Peça para o colaborador rascunhar suas ideias principais em tópicos ou, ainda, marque uma conversa com ele e, como se fosse uma entrevista, vá anotando as principais informações (esse trabalho pode ficar com alguém da equipe de marketing da empresa ou pelo próprio redator que vai desenvolver o conteúdo através desses insumos, por exemplo). Depois transforme isso num blog post.

Não ter assunto

Neste post já contamos a história da empresa que ficou sem conteúdo e já explicamos por que isso nunca deve acontecer com nenhuma empresa. Enfim, todos os dias acontecem coisas novas no negócio que muitas vezes passam batido. Aquele mesmo profissional que reclama por não saber sobre o que escrever, pode ser a pessoa que leu uma pesquisa interessante da área e esqueceu de compartilhar a informação ou que viu na prática os resultados de uma pequena inovação que foi implementada no setor e acabou deixando isso só na conversa do cafezinho. Pronto, temos uma pauta. 🙂

Outra forma interessante de criar conteúdo é a equipe de marketing ou comunicação da empresa definir um calendário de pautas para produção de conteúdo em conjunto com outros setores, é essencial que a área de Vendas ou Atendimento ao cliente sempre repasse temáticas para a equipe de Marketing desenvolver e colocar em um fluxo lógico para os leitores. Assim, cada um da equipe recebe seu assunto antecipadamente e sabe sobre o que pesquisar e escrever. Essa produção pode, inclusive, fazer parte das metas de cada setor. Existem empresas que usam essas entregas como parte das bonificações de final de ano, como o PPR.

Não ter tempo

Você já deve ter ouvido alguma expressão do tipo “o tempo é a gente quem faz”. Bom, nem sempre, né? Administrar o tempo é uma tarefa que exige muita disciplina e dedicação e, sem dúvida nenhuma, depende de fatores externos, ou seja, não é algo que controlamos 100%. Em relação ao tema do nosso post, o que deve acontecer é uma mudança de cultura na empresa. Por exemplo: o colaborador João tem 15 atividades para cumprir na semana + a produção de um texto. Errado! João, na verdade, tem 16 atividades, incluindo o post que precisa entregar para o blog da empresa na sexta-feira.

O que queremos dizer aqui é que isso não deve ser visto como uma atividade extra. “Só vou fazer caso sobre um tempinho”, alguém pode dizer. Nada disso! Ela deve fazer parte da agenda de atividades do colaborador, a rotina dele deve incluir isso. É importante deixar claro o quanto participar desse processo é importante e faz parte da estratégia da empresa. Ou seja, se o João não entregar seu post, ele vai furar todo o calendário e a programação daquele período. É importante que a equipe sinta que também é responsável pelo sucesso da estratégia de conteúdo do negócio.

Ter vergonha

Tem gente que não curte muito se expor, ainda mais com algo que não domina. Nesse caso, a dica é deixar a pessoa à vontade, reforçar que o texto passará por uma revisão antes de ser publicado e fazer com que ela fique segura, demonstrando que é um processo pelo qual todos irão passar e que é natural haver erros e aprendizados, eles fazem parte da evolução.

Nem pensar em fazer piadinhas com algum erro de português; a pessoa pode ficar inibida e não ter mais vontade de escrever. Se a empresa quer que o processo de produção pela equipe seja estimulado, ela deve estar preparada para dar o suporte necessário a esse profissional.

Conteúdo que engaja

A principal chave para termos uma equipe engajada na produção de conteúdo é fazê-la sentir-se parte de um processo. Por mais que a sua empresa já conte com uma produção externa ou tenha algumas pessoas responsáveis por essa estratégia, existem alguns materiais mais específicos e até mesmo técnicos que demandam mais conhecimento. Para os materiais de meio e fundo de funil, é muito eficiente explorar o conhecimento técnico dos colaboradores para extrair as informações mais importantes; por exemplo, dados sobre uma atualização em um módulo do software que a empresa vende.

Conteúdo deve fazer parte da cultura da empresa e todos devem entender que ele é vital para trazer mais clientes e, consequentemente, fazer com que o negócio seja lucrativo e sustentável. Aqui você entende melhor a importância do marketing de conteúdo e como ele entra na estratégia de inbound marketing.

Se ficou com alguma dúvida sobre o assunto, deixe um comentário para aprendermos juntos!

Este conteúdo foi escrito por Camila Prochnow, analista de Marketing na Next Idea

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.