Não é segredo para ninguém que o marketing de conteúdo é uma estratégia muito assertiva e poderosa para atrair seu público-alvo e construir uma audiência com um relacionamento sólido e escalável. Neste sentido, a geração de conteúdo para o seu segmento de mercado surge como uma maneira de solucionar os problemas de suas personas.

Entretanto, devido à quantidade de prospects e leads, muitas vezes, algum deles pode ser negligenciado e isso não é bom para seu negócio ou sua estratégia de conteúdo, não é mesmo? Isso fará com que você perca oportunidades de construção de relacionamento. Mas como solucionar essa questão? É aqui que entra a análise dos gaps de conteúdo do seu segmento de mercado.

No post de hoje vamos explicar o que é essa análise e como encontrar quais temas ainda não foram produzidos para o seu segmento. Vamos explicar as técnicas existentes para encontrar campos de conteúdo que ainda não foram explorados e que podem gerar tráfego e melhorar o seu ranqueamento nos motores de busca. Se você não sabe do que estamos falando ao mencionar “gaps de conteúdo”, não se preocupe! Este é um campo novo e estamos aqui para te explicar como funciona. Vamos lá?

O que é o gap de conteúdo?

Gap de conteúdo significa basicamente o “furo” que existe entre o conteúdo que você possui e o conteúdo que você precisa. Neste sentido, você deve se perguntar: qual é o padrão de conteúdo que devo utilizar?

O conteúdo que você deve criar precisa seguir uma estratégia que englobe todos os pontos do Inbound Marketing. Para isso, é preciso haver uma intenção informativa, educativa, cativante e engajadora. Além desse ponto, é preciso pensar em sua estratégia de SEO, pois você precisa atender às diretrizes de qualidade do Google.

Dito isso, chegamos à próxima pergunta: existem os conteúdos que já possuo, mas quais os tipos de conteúdo de que preciso? Ao se falar de gap de conteúdo, essa é uma das grandes perguntas. Atualmente, as marcas entendem a necessidade de ter um bom conteúdo, mas na maioria das vezes não sabem que tipo de conteúdo devem criar.

Cada segmento tem sua própria maneira de pensar e lógica a ser seguida. Alguns são mais visuais, outros mais auditivos e assim por diante. Por isso é preciso encontrar os gaps de conteúdo do seu segmento de mercado. E para tanto, é preciso seguir um passo a passo a fim de encontrar uma maneira de expandir o conteúdo. Todo o processo só será possível através de análise.

Passo a passo para encontrar os gaps de conteúdo do seu segmento de mercado

O primeiro passo é elaborar um plano. Você precisa de um. Seu plano deve incluir uma boa estratégia de conteúdo, sólida. Além disso, esse plano deve incluir informações que orientem sua auditoria de conteúdo e sua análise de gaps de conteúdo.

Passo 1: faça uma pesquisa qualitativa interna

Para iniciar uma análise de gaps de conteúdo, é preciso compreender que seu time de vendas, gerenciamento de contas e equipe de customer success tem um papel fundamental no início do processo de análise. Por isso, é preciso que você compreenda tudo o que eles têm a dizer e fazer as perguntas certas. Quais são essas perguntas?

Entenda quais são os tipos de prospects, os tipos de clientes, quais são as perguntas mais frequentes, as dores e necessidades, quais os desafios enfrentados pelo seu segmento, etc.

As respostas para essas perguntas vão servir como guia para que você compreenda quem são os seus clientes e quais são os desafios e obstáculos enfrentados por eles no dia a dia. Dessa maneira, você terá uma noção dos temas que deverão entrar em sua estratégia de conteúdo – tendo em mente seu produto ou serviço – e em quais problemáticas estão suas oportunidades. Dos desafios e obstáculos apresentados, quais são aqueles que você pode solucionar? Como você pode solucionar?

Passo 2: faça uma pesquisa qualitativa direta

Com os temas e oportunidades em mente, é hora de conversar com os clientes e ouvir e aprender o máximo possível. Esse é um passo importantíssimo do processo de criação de conteúdo, e fundamental para sua pesquisa de inteligência de mercado.

Ao conversar com seu público-alvo, você verá com o que eles se preocupam, o que está faltando para melhorar o diálogo do segmento e como sua marca tem se saído quando o assunto é solucionar as problemáticas. Aqui, é importante lembrar que não é a quantidade de conversas que importa e sim se os padrões são encontrados. Você precisa identificar as tendências, quais são as preocupações recorrentes, as reclamações mais constantes e as necessidades mais gritantes. Quanto mais você receber o mesmo tipo de comentário, mais você perceberá que está indo pelo caminho certo.

Uma dica importante é gravar essas conversas para poder discutir com seu time depois. Transcreva as conversas para encontrar os padrões que está procurando.

Ao encontrar os padrões, junte-os em grupos com base em tema ou assuntos que você deve criar. E deixe as transcrições como documentos de referência.

Passo 3: faça um inventário de seu conteúdo

Se você está na fase de “análise de gaps de conteúdo”, muito provavelmente você já possui uma boa base de conteúdo produzido. Já possui palavras-chave, tags utilizadas baseando-se em linhas de produtos, soluções, personas, jornada de compras e assuntos gerais. Sendo assim, é hora de analisar o que você já tem dentro de casa.

Pergunte-se: você tem certeza de que os conteúdos criados até então abordaram todos os estágios de compra de cada persona? Você explorou cada dor e necessidade, levando em conta suas linhas de solução?

Com estas questões em mente, é hora de auditar o conteúdo. Aqui é ideal que você tenha uma ferramenta de automação de conteúdo – como a ferramenta da Contentools –, pois será um processo trabalhoso de auditoria de conteúdo. Você precisa passar por cada conteúdo criado e criar uma taxonomia para ele. Pesquisar os campos explorados, quais são cruciais para a empresa e quais não são, ver o que foi e o que não foi publicado em seu blog.

Passo 4: compare o que já foi produzido com o que é necessário produzir

Chegou a hora de encontrar o gap!

É hora de comparar a lista feita no passo 3 com todos os temas elencados nos passos 1 e 2. Você precisa cruzar essas listas e ter uma compreensão clara do que está faltando em seu calendário editorial. Veja quais foram as dores e necessidades elencadas nos passos 1 e 2 que não foram identificadas no passo 3. Faça um ranqueamento com base no nível de importância para o cliente, levando em conta suas anotações no passo 2. Aqui é uma boa hora para envolver o time de vendas, pois ele tem expertise na questão de prioridades do cliente. Dito isso, faça uma categorização dos conteúdos que você precisa criar.

Levando esses 4 passos a sério, você irá encontrar os gaps de conteúdo do seu segmento de mercado, tendo conhecimento necessário para trabalhar as oportunidades, aprofundar seu conteúdo e aprender mais. Além disso, você poderá estreitar mais suas relações com os clientes, procurando maneiras de incluir os assuntos listados no fluxo de trabalho da sua equipe.

Como formular uma estratégia de conteúdo determinando os gaps de conteúdo

Muito bem! Agora você identificou as tendências e padrões, criou um processo de análise dos gaps de conteúdo e encontrou sua lista de oportunidades e prioridades. Esse é o verdadeiro objetivo do marketing de conteúdo: criar uma estratégia sólida que crie e distribua conteúdo que cubra cada etapa da jornada de compra com propriedade, abordando os assuntos que os prospects e clientes precisam e necessitam. Essa é a melhor maneira de fazer os clientes o encontrarem organicamente e fazer com que sintam vontade de se envolver com a sua marca porque você é útil e é referência no conteúdo do seu segmento de mercado.

A análise dos gaps de conteúdo serve para compreender quais são suas lacunas de conhecimento e quem são seus compradores e do que eles precisam. Uma estratégia de marketing de conteúdo não diz respeito apenas a formular um calendário editorial com blog posts, e-books, webinars e outros materiais; você também precisa saber quais conteúdo serão publicados e como eles ajudarão seus compradores a tomar decisões inteligentes levando em conta sua solução.

É hora de formular uma jornada de compra que aborde as dores do cliente, focando em assuntos do interesse do segmento e dos compradores. Analise e veja qual a melhor etapa da jornada para abordar cada gap de conteúdo.

Marketing de conteúdo é fácil, mas trabalhoso. Exige comprometimento e dedicação. Você precisa criar personas verossímeis e sólidas e executar uma estratégia de conteúdo que contemple todas as dores e necessidades de maneira útil e envolvente. O conteúdo só é eficaz quando bem concebido em sua base, permitindo que a equipe de vendas tenha recursos relevantes para oferecer aos compradores em todas as etapas da jornada de compra. Se sua estratégia de conteúdo não consegue entregar isso, é porque seus esforços estão no caminho errado. Contudo, não se preocupe, nunca é tarde para rever sua estratégia.

Por isso, nossa dica de hoje é: encontre os gaps de conteúdo do seu segmento de mercado, audite seu conteúdo e crie uma estratégia sólida com base nas dores e necessidades dos seus clientes e potenciais clientes.

Como você percebeu, a automação do processo de criação e distribuição de conteúdo é essencial para otimizar o seu tempo e focar no que realmente importa: encontrar os gaps. Por isso, procure um de nossos consultores para conversar sobre a ferramenta de automação de conteúdo da Contentools! Ainda tem dúvidas? Compartilhe nos comentários e faremos o nosso melhor para esclarecê-las!

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.