Se você chegou até aqui é porque sabe que uma das premissas para criar uma estratégia de marketing de conteúdo de sucesso é produzir conteúdo direcionado para um público-alvo específico, apontando suas dores, dificuldades e desafios encontrados ao longo de toda a jornada de compra.

Para definir a sua audiência de forma correta, é necessário levar em conta uma série de ações embasadas em números, dados e muita pesquisa. Algumas práticas podem ajudar a conhecer e definir o público-alvo, como conversar com outras áreas da empresa que atuam com o cliente e mensurar o comportamento do seu público através do Google Analytics e do Google Adwords. Porém, selecionar para uma entrevista aqueles clientes considerados ideais pela empresa com o intuito de entender todo o processo de compra é fundamental para a construção de um personagem que realmente represente o seu potencial cliente: a buyer persona.

Depois que você estiver com os dados sobre o seu público em mãos, as informações das entrevistas com os seus clientes documentadas e o conhecimento para a criação desse personagem que representa a sua audiência adquirido, fica a dúvida: como definir o número de personas ideal para o seu negócio? É o que pretendo responder.

Quantas buyer personas devem ser criadas para a sua estratégia de Marketing de Conteúdo?

Essa é uma pergunta que gera muita discussão e talvez seja o questionamento que mais escuto ao acompanhar a definição das estratégias dos nossos clientes. Porém, a verdade é que é impossível definir um número ideal, como se as empresas fossem iguais, tivessem objetivos idênticos e trabalhassem com o mesmo público. Em outras palavras, seria tratar os diferentes, com as suas particularidades, como iguais. O número de personas vai levar em conta (e depender de) alguns fatores que você pesquisou ao definir o seu público-alvo. Veja alguns deles:

Número de públicos distintos

Você precisa ter claro o número de públicos diferentes que você pretende atingir com a sua estratégia de marketing de conteúdo e entender como eles se relacionam com você. Neste ponto, vale lembrar que falar com todo mundo pode ser o mesmo que não falar com ninguém.

É extremamente importante levar em conta a intenção de compra do seu público e conhecer as etapas de segmentação do seu funil . Mesmo com dois públicos diferentes, com cargos diferentes, se o critério de decisão apresentado é semelhante, não é necessário criar mais de uma persona. Ou seja, você pode agrupar esse público distinto em uma persona que represente as diferentes situações, a não ser que essa diferenciação proporcione um engajamento muito mais eficaz, atraente e/ou persuasivo para o potencial comprador.

Representação do seu público-alvo

Quando se trabalha a venda para o consumidor final (B2C), muito comum nos e-commerces, a dificuldade em mapear o público e defini-lo é maior devido a abrangência desses consumidores. Neste caso, seguindo a premissa de que é extremamente difícil ter resultados com o “discurso para todos ao mesmo tempo”, você deve segmentar o seu público – por categorias, por produtos, por temáticas – e analisar qual representa a maior porcentagem do seu negócio ou aquele que tem potencial para estar mais engajado com a sua marca. Designar um mesmo esforço na produção de conteúdo para o público que representa 70% do seu faturamento e para o público que representa apenas 10% do faturamento talvez não seja uma forma de ser efetivo na estratégia de marketing de conteúdo.

Objetivo da estratégia de conteúdo

Qual o objetivo que a sua empresa busca alcançar nos próximos 6 meses? Se o momento é de criar percepção de marca, atrair novos visitantes e transformar os suspects em prospects, a construção de personas é crucial para conseguir os resultados esperados. Focar em construir personas que representam o fundo do seu funil, ou seja, que se encontram em um momento mais próximo da compra da sua solução, não vai ajudá-lo a alcançar os objetivos estabelecidos para este momento da sua estratégia. Portanto, análise o seu funil do marketing, defina o seu objetivo e direcione o seu esforço para a etapa. Esta é a melhor forma de trazeros resultados esperados naquele intervalo de tempo.

Descubra quais são as suas buyer personas

O marketing de conteúdo apresenta melhores resultados quando você entende quem faz parte do seu público e direciona a comunicação para os seus leitores. Mapear 10 personas pode diluir muito o alcance do seu conteúdo e fazer com que a sua comunicação seja fraca, que não tenha o impacto necessário para atrair e engajar o público e dificulte o status da sua marca como tops of mind. Entretanto, ter apenas uma persona estruturada também não representa as diferentes intenções de compra e critérios de decisão que o seu público busca, independentemente de qual seja o estágio do funil em que ele se encontre.

Portanto, acompanhe métricas e relatórios do seu público, interaja com os seus clientes, entenda o comportamento da sua audiência e construa o número de personas que esteja alinhado com o seu objetivo. A construção da buyer persona é fundamental para você e seu time de conteúdo identificar quais os reais interesses, motivações e desafios do seu público-alvo e poder se comunicar com ele com uma linguagem precisa, alcançando sucesso com o marketing de conteúdo.

Você tem alguma outra dica para a criação da buyer persona? Compartilhe com a gente nos comentários abaixo. Para aprofundar mais, baixe nosso ebook: Buyer personas: o conteúdo certo para o público certo! Baixar agora.

ebook buyer personas: o conteúdo certo para o público certo

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.