Com mais de 15 milhões de usuários no Brasil e ocupando o terceiro lugar no ranking de usuários (atrás apenas dos Estados Unidos e da Índia), o LinkedIn vem se tornando uma excelente ferramenta de marketing para negócios B2B. A rede social, antes vista apenas como plataforma para a seleção de profissionais, ofertas de vagas e networking, hoje se destaca pelo público bem segmentado e o compartilhamento exclusivo de informações importantes sobre o mundo dos negócios.

Neste cenário, a plataforma traz excelentes recursos que contribuem para a geração de leads altamente qualificados, seja através do serviço de links patrocinados, que possuem um alto poder de segmentação para atingir perfis de tomadores de decisões, ou através dos grupos na rede social.

O que são os grupos do LinkedIn

No LinkedIn, os grupos são como fóruns de discussão e relacionamento entre profissionais com interesses em comum. Neles são trocadas informações relevantes ao assunto central da comunidade, contribuindo para disseminar informações, conhecimento, opiniões e, claro, estreitar relações através da troca de experiências e pontos de vista. Ao participar ativamente das discussões e até mesmo ao iniciar novos debates, você constrói a sua autoridade no assunto.

Como proprietário do grupo (moderador), você e sua empresa serão vistos como apoiadores e representantes de uma causa, o que reforça ainda mais a sua autoridade e a de sua empresa em relação ao tema central das discussões.

Como criar o seu próprio grupo no LinkedIn

O processo de criação de um grupo no LinkedIn, em si, é bastante simples e qualquer um pode executar a ação. Contudo, é preciso ter em mente que desenvolver o seu próprio grupo não é garantia de sucesso para a estratégia. É preciso considerar alguns itens como:

  • Trabalhar um nicho de atuação relacionado ao seu negócio, produtos ou serviços;
  • Verificar a existência e engajamento de grupos relacionados ao que pretende desenvolver;
  • Definir como será a permissão de acessos ao grupo, bem como a de publicações (lembre-se: a estratégia é de sua empresa, mas isto não significa que você deve barrar publicações de concorrentes. A ideia é criar uma comunidade, não uma central de publicidade exclusiva de sua marca);
  • Não associar o nome do grupo à sua empresa, apenas ao seu mercado;
  • Estipular um community manager responsável pela moderação do conteúdo.

Como gerar leads B2B com estes grupos

Cultivar relacionamentos, fomentar discussões e interagir com os participantes faz parte da estratégia de geração de leads nestes grupos, que se inicia com o posicionamento de sua marca no grupo. Confira algumas dicas para conquistas este objetivo:

Posicione-se como autoridade no assunto

O papel do community manager no grupo vai muito além de evitar spammers. Ele deve instigar diálogos e discussões através do compartilhamento de conteúdo relevante e assuntos em voga no mercado. Se alguns destes conteúdos também forem do blog corporativo da sua empresa, as pessoas o verão pouco a pouco como uma referência. Além de conquistar autoridade, você amplia o tráfego para o seu site ou blog, que deve conter os call to action para cadastro, aproximando ainda mais o público da empresa.

Compartilhe landing pages de materiais ricos

Assim como as discussões fomentadas e os conteúdos compartilhados, os materiais ricos como ebooks, whitepapers, ferramentas de auxílio (planilhas e aplicativos, por exemplo), dentre outros conteúdos que solicitam dados em troca do acesso a eles, já atraem naturalmente o interesse de seus potenciais clientes.

Quando você compartilha estes materiais em seu grupo de nicho, repleto de profissionais com interesse direto em seu negócio ou mercado, a probabilidade de conversão em leads é ainda maior. Por isso, sempre que houver o lançamento de um destes materiais, não hesite em compartilhar os links das landing pages para downloads.

Conecte-se aos membros do grupo com quem você interagir

Aproveite a oportunidade gerada pelas discussões para estreitar a relação com os profissionais, adicionando-os à sua rede de contatos. Eles passarão a ter acesso constante às publicações que você realiza a partir do seu perfil, estreitando o relacionamento e gerando novas oportunidades de negócio.

Você já participa de grupos ligados ao seu negócio no LinkedIn? Já pensou em criar algum grupo moderado pela sua empresa? Compartilhe seus planos e dúvidas com a gente nos comentários!

Previous ArticleNext Article

This post has 2 Comments

2
  1. Pingback: Como fazer marketing de conteúdo com orçamento limitado | SEVNA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.