O Marketing de Conteúdo está no top 5 dos assuntos mais comentados quando se trata de estratégia de marketing. E não era para menos: cresce a cada dia o número de empresas que está investindo tempo e dinheiro na elaboração e distribuição do conteúdo valioso, relevante e consistente para atrair e engajar seu público-alvo.

Essas organizações estão antenadas com os novos tempos e reconhecem o valor do conteúdo para criar e manter relacionamento com as pessoas certas para, nos momentos certos, conduzí-las para as ações desejadas (propagar a marca perante seus pares, recomendar e comprar).

Agora, você já se deparou com a tarefa de defender o investimento em marketing de conteúdo ao seu gestor? Se não, é melhor estar preparado, em algum momento isso acontecerá. Naturalmente, nem todo mundo está ambientado com os benefícios, especialmente os executivos que tem a tarefa de cuidar dos orçamentos e querem retornos palpáveis sobre os seus investimentos.

Pensando nisso, preparamos sete dicas para te ajudar a melhorar a argumentação na hora em que precisar convencer seu chefe que investir em marketing de conteúdo é a melhor opção:

1 – Marketing de Conteúdo leva sua mensagem até o publico certo

Ao construir conteúdo baseado nas dúvidas e curiosidades em torno dos produtos e serviço da sua empresa, você estará tratando de uma dor real de uma pessoa. Desafios reais aproximam mais o seu negócio do leitor que se identifica com quem está o auxiliando, sem falar de venda, e sim de soluções para problemas.

Nos dias atuais, propagandas tradicionais são como usar uma bala de canhão para atingir uma formiga. Diferente de um anúncio numa revista, por exemplo, que pode ser visto por diferentes públicos e, cada vez mais não é visto por ninguém, com a produção de conteúdo direcionado, as pessoas realmente interessadas irão se aproximar da sua marca.

2 – O Google exige conteúdo

97% dos internautas não passam da terceira página quando fazem uma pesquisa no Google. É por isso que sua empresa deve estar bem posicionada. Mas, não é assim um trabalho tão fácil. O Google almeja qualidade e conteúdo relevante, por isso, faz uma “seleção natural” de tudo que é publicado diariamente. Ele separa o joio do trigo, destacando em seus resultados apenas as pages com conteúdo rico, que gera engajamento e movimenta a web. O mesmo acontece com os outros buscadores (Yahoo!, Bing etc.), com pequenas variações.

Lembre-se: o Google não é o principal motivo para investir em marketing de conteúdo, mas ele é o efeito do investimento.

3 – Consumidores exigem conteúdo

Os consumidores não querem mais ver anúncios. Eles procuram ativamente por conteúdos que sanem suas dúvidas e os ajudem a ter mais conhecimento sobre um assunto.

Consumidores agora têm meios para medir as credenciais de uma marca e querem saber o que ela pode lhe oferecer, além de seus produtos e serviços. Como a concorrência por atenção é uma ampla batalha global, sua marca deve se diferenciar oferecendo conteúdo de valor.

4 – Marketing de Conteúdo engaja em todas as fases do processo de compra

Entregando conteúdo de qualidade, sua empresa irá atrair o público-alvo e, em seguida, alimentar os leads e educá-los para estarem aptos para se tornarem clientes. Para cada etapa do funil de vendas você deve oferecer um tipo de conteúdo, alimentando assim os anseios de cada perfil de potencial cliente. Compartilhando conhecimento, a marca gera relacionamento em ações repetidas para facilitar a retenção dos consumidores.

Diferente do que o que não ocorre com os tradicionais anúncios de revista ou TV, por exemplo, no marketing de conteúdo, assim que o ciclo finaliza, pode ser recomeçado, fomentando a continuidade do relacionamento.

5 – A empresa é a editora da sua própria imagem

A melhor maneira de potencializar uma mensagem é fortalecendo a imagem do emissor! Traçando um bom plano de Content Marketing, o controle sobre a imagem da marca fica nas mãos da própria empresa, que passa a ter um canal direto com o consumidor, podendo, inclusive, aproveitar os diálogos para melhorar seus processos, produtos e serviços.

Se na mídia tradicional as mensagens da sua empresa só permanecem enquanto perdurar o contrato de publicidade, numa estratégia própria de conteúdo sua empresa gera e alimenta um ativo próprio, gerando relevância e posicionando sua marca como autoridade. Independente do tamanho do investimento, conteúdo próprio perdura por muito mais tempo.

6 – Marketing de Conteúdo melhora sua marca de empregador

Não são só os potenciais clientes que serão atraídos e se envolverão com a sua empresa. Também os talentos que podem potencializar o negócio passarão a admirar e querer fazer parte da organização.

7 – Marketing de conteúdo potencializa negócios

Ele ajuda a identificar e educar os leads que serão entregues para a equipe comercial. Ou seja, o potencial cliente será contatado depois de entender exatamente onde os produtos e/ou serviços da sua empresa podem ajudá-lo. Sem contar a empatia que o relacionamento gerado pelo conteúdo gera nas pessoas. Elas realmente se tornam mais receptivas e dispostas a fechar negócios!

Que estratégias você já usou para defender o seu planejamento de marketing de conteúdo? Compartilhe conosco nos comentários!

terceirizacao-marketing-de-conteudo

Previous ArticleNext Article

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.