A Contentools agora é GrowthHackers Workflow.
Veja mais: https://growthhackers.com/workflow

Growth Hackers

Você provavelmente já se convenceu de que um conteúdo de qualidade ajuda a aproximar clientes e empresas e estabelece uma relação mais próxima e duradoura entre eles. É por isso que 70% das empresas brasileiras preveem um aumento no orçamento de conteúdo para 2016. Porém, pouco se fala sobre o quão efetivo o conteúdo pode ser para a criação de uma cultura organizacional forte. Isso acontece principalmente porque é extremamente difícil medir esse efeito. Provar o ROI do content marketing não é nada simples, mas isso não significa que você deva deixar isso para lá. O mesmo ocorre com o valor do conteúdo para a cultura empresarial.

Provar o impacto positivo da produção de conteúdo na cultura organizacional é mais desafiador porque não parte de uma perspectiva quantitativa. Embora ainda pouco se mencione esse impacto, no Contently Summit do ano passado, três grandes especialistas do mercado abordaram a questão de como é difícil estabelecer uma cultura de “content first” (primeiro o conteúdo). Nomes como Gianni Giacomelli, CMO da Genpact, Ann Hynek, VP de estratégia de conteúdo digital na BlackRock, e Brian Becker, diretor executivo e diretor de conteúdo da JPMorgan Chase, abordaram a importância do conteúdo para criar uma cultura organizacional forte. Vejamos o que eles disseram:

Cultura organizacional

A cultura organizacional determina como os colaboradores irão reagir em relação a determinada situação. Foco em fazer um trabalho bem feito, vontade de melhorar a cada dia, senso de urgência e espírito de equipe fazem parte de uma cultura organizacional forte. Para Gianni Giacomelli, um dos participantes do Contently Summit, o conteúdo é essencial para promover a cultura certa. Segundo ele, quando o conteúdo é de qualidade, CEOs, CFOs e até investidores adoram ler e compartilhá-lo, já que este é o mesmo tipo de abordagem das empresas de mídia, cujo produto é contar histórias. Não há quem não goste desse tipo de conteúdo, não é mesmo?

Segundo Giacomelli, quando uma equipe de marketing está trabalhando em conjunto com as outras áreas da empresa para produzir conteúdo de alta qualidade (sejam artigos, ebooks ou mesmo vídeos), ou seja, quando um conteúdo único e realmente útil para os clientes está sendo criado, toda a organização se orgulha dos esforços de marketing. Isso significa que todos se sentem parte da produção de conteúdo e farão de tudo para ajudar o time de marketing. Resultado: conteúdos cada vez melhores, mais profundos e com a cara da empresa.

Se você produz conteúdo, avise aos colaboradores quando há um artigo novo no blog, um E-book ou mesmo um infográfico. Às vezes, esse conteúdo também é interessante para as pessoas que trabalham com você, e não apenas para o público-alvo. Um conteúdo sobre gestão, por exemplo, pode interessar o CEO da empresa, mas também o pessoal da área administrativa.

Por causa desse interesse interno, de acordo com Giacomelli, profissionais de marketing devem pensar em produzir materiais que proporcionem valor para os clientes em troca de sua atenção. Além de melhorar o relacionamento com os consumidores, os colaboradores da empresa poderão sentir orgulho do que é produzido, já que o conteúdo educa em vez de interromper, enganar ou irritar as pessoas.

Content first

Brian Becker, diretor executivo e diretor de conteúdo da JPMorgan Chase, acredita que a contratação de pessoas com diferentes formações e que trabalhem com a perspectiva de “content first” pode renovar os esforços de marketing de uma empresa. A vantagem disso? Pessoas com experiências diferentes trabalhando em uma equipe de marketing enriquecem o conteúdo, sem falar na habilidade que elas podem ter para contar histórias.

O grande benefício de uma cultura empresarial forte é que ela determina o comportamento dos colaboradores. A mensagem do que se faz e como se faz (e aqui entra a produção de conteúdo em conjunto com todas as áreas) faz com que todos trabalhem em prol dos mesmos objetivos e deixa clara a mensagem que a empresa quer transmitir. Em outras palavras, nenhuma influência é mais determinante na cultura organizacional do que a atitude dos colaboradores diariamente. E um conteúdo de qualidade pode melhorar isso.

Quer saber como engajar sua empresa em uma estratégia de conteúdo e criar uma cultura organizacional forte? Então leia nosso post 4 dicas para engajar toda a empresa com seu marketing de conteúdo.

Queremos saber sua opinião: você concorda que o conteúdo pode criar uma cultura organizacional forte? Comente!

Previous ArticleNext Article

This post has 1 Comment

1
  1. Primeiramente gostaria de parabenizar o site. Quanto mais leio o conteúdo dele mais interesse tenho nos tópicos, meus parabéns.
    Quanto ao conteúdo criar uma cultura organizacional, pode-se dizer que sim, desde que as ações sejam influenciadoras, contagiantes e bem implantadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.