A Contentools agora é GrowthHackers Workflow.
Veja mais: https://growthhackers.com/workflow

Growth Hackers

Você que atua na área de educação online já sabe que as tecnologias estão modificando não somente as salas de aulas, mas também a dinâmica das instituições de ensino (IEs). E que nesse processo, entra também a forma de se relacionar com os clientes. Como você também já sabe, enquanto antes utilizava-se o Outbound Marketing – onde os investimentos eram direcionados aos anúncios nas mídias convencionais, como jornais e revistas –, hoje a maior parte das IEs investe em uma presença online sólida. Isso significa que elas estão planificando ações de Marketing de Conteúdo para cursos online.

O foco na retenção de alunos e na melhoria do relacionamento com o público são os principais diferenciais dessa modalidade de marketing para a área de educação, assim como a qualificação dos possíveis clientes, uma taxa maior de ROI, resultados mais concretos, sinergia entre as áreas de marketing e vendas e aumento da credibilidade da IE com o mercado. Ainda se destaca como benefício dessa estratégia, a personalização do trabalho com os possíveis alunos antes mesmo de eles acessarem pela primeira vez o site do seu curso online. Para entender como tudo isso realmente funciona, separamos alguns passos essenciais para começar uma estratégia efetiva de Marketing de Conteúdo para cursos online.

1. Defina corretamente seu público

Você já deve saber que é importante definir seu público para qualquer ação de marketing, e isso não é diferente com uma estratégia de conteúdo. No entanto, o que queremos que você entenda é que é de suma importância defini-lo de forma CORRETA. Lembre-se de que tentar falar com todas as pessoas diminui o impacto da estratégia. Procure responder as perguntas: “Quem você quer atrair?” e “Quais pessoas se interessariam pelos cursos online que a sua empresa oferece?”. Algumas ações podem te auxiliar na hora de definir seu público-alvo, como analisar seu comportamento por meio do Google Analytics e do Google Adwords.

Outra forma de conhecer a sua audiência é entrevistar aqueles alunos que se destacam dos demais para entender como funcionou o processo de compra. Esses são passos fundamentais para a construção daquele personagem que representa seu potencial cliente, e que chamamos de buyer persona. Com esse perfil em mãos, você consegue entender profundamente o que seus alunos querem e esperam do seu curso online, o que as motiva, suas dores e de quais soluções elas precisam.  Existem algumas ferramentas que podem te ajudar como o Google Consumer Survey, Quora ou Mechanical Turk.  Aprenda mais sobre elas neste post.

2. Determine a jornada de compra

Depois de entender quais são as dores, as problemáticas e as necessidades das suas buyer personas, está na hora de entregar o conteúdo correto para mostrar que o seu curso online é melhor do que a concorrência. Para mostrar claramente qual a solução que sua empresa oferece, o conteúdo precisa estar alinhado com a jornada do comprador. Somente assim é possível aumentar o engajamento, a relevância e o valor desse material. Normalmente, as pessoas passam por três etapas até fecharem a compra:

Descoberta: como seu curso pode ajudá-la?

Será que sua buyer persona sabe que tem um problema que seu curso online pode solucionar? A maioria simplesmente não sabe. Daí a importância de elaborar conteúdos para entreter e educar seu público – mesmo que eles estejam longe de serem clientes. Nessa etapa é importante não falar diretamente sobre sua empresa ou as vantagens do seu produto.

Consideração: quero saber mais sobre o assunto

No momento que as pessoas entendem que existe uma dor, elas automaticamente procuram uma forma de resolvê-la. Por isso, aqui o conteúdo precisa mostrar ao público quais são as suas opções de curso online e quais as vantagens em adquiri-los.

Decisão: qual o melhor curso para mim?

Chegou a hora do xeque-mate. Mostre aos seus potenciais usuários que você tem o curso perfeito para eles. Como? Através de cases de sucesso e depoimentos de usuários. Aponte os diferenciais, as características e, se possível, ofereça uma demonstração gratuita.

3. Personalize, mas não se esqueça dos motores de busca

Uma das regras de ouro do Marketing de Conteúdo: escreva para pessoas e não para motores de busca. No entanto, as boas práticas de SEO são fundamentais para que seu conteúdo seja bem visto pelo Google e figure entre as primeiras páginas. Claro que tudo começa com um bom conteúdo. Veja algumas regras:

Regras básicas:

• Utilize palavras-chave nos títulos e na introdução.

• Torne seu texto escaneável através de subtítulos.

• Utilize imagens de alta resolução.

Regras mais avançadas:

• Participe de comunidades relevantes (melhora seu Link Building).

• Melhore a experiência do usuário dentro da sua página.

• Fique atento à velocidade e performance do seu site.

4. Selecione responsáveis para seus projetos

Ter uma pessoa responsável por supervisionar a área de Content Marketing aumenta em até 76% a eficácia da estratégia – foi o que constatou a pesquisa O Content marketing no Brasil hoje. Por isso, nomeie responsáveis pela sua produção de conteúdo. Engaje a sua equipe, guie-os no início mostrando quais assuntos você considera importantes de serem abordados, qual a linha editorial que deve ser seguida, além de todas as definições da estratégia elencadas até aqui (como as buyer personas e a jornada do comprador). Incentive-as a sugerir temas alinhados com as estratégias. É fundamental selecionar pessoas para acompanhar e metrificar os resultados. Mas lembre-se de não sobrecarregar ninguém: dê oportunidade para todos participarem.

5. Compartilhe seu conteúdo com o mundo

Para finalizar, de que adianta fazer um conteúdo eficaz, de qualidade e não divulgá-lo? Esse é o arremate da sua estratégia: elaborar como você vai distribuir esse material. Use e abuse das redes sociais – é lá que as pessoas estão conectadas a maior parte do seu dia. Depois, mantenha a frequência de publicação. Obedeça um calendário editorial para continuar a produção de maneira sustentável. Somente assim você vai fidelizar seus alunos: aqueles que entram periodicamente no seu blog em busca de conteúdo novo e são os mais interessados nas suas postagens.

Esperamos que essas dicas o ajudem a começar a sua estratégia de Marketing de Conteúdo para cursos online. Para eventuais dúvidas, estamos totalmente dispostos a atendê-los! E não esqueça de comentar!

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.