A proposta é realmente tentadora: atrair atenção, ganhar notoriedade, gerar contatos qualificados, mais acessos, mais vendas. E tudo isso com alguns artigos no blog, uns posts nas redes sociais, quem sabe até ebooks ou webinars. Simples, né?

Atrevidamente parafraseando Einstein, podemos dizer que tudo deveria ser feito da forma mais simples possível, mas nunca de maneira simplória. E sua estratégia de conteúdo não é exceção. Portanto, antes de mergulhar de cabeça na produção, tire uns minutinhos para responder cinco perguntas. Aí sim, você vai poder tirar o máximo do seu conteúdo com muito mais segurança.

Eu sei mesmo quem é meu público?

Está certo que você não conheça a maneira de pensar de cada um dos seus clientes, o que os engaja e os motiva, mas ter uma ideia geral do que interessa seu público (e porquê) já ajuda bastante. Em última análise, o público é o núcleo de sua estratégia de conteúdo. Tudo o que você produz deve ter como destino atrair a atenção, encantar e conquistar essas pessoas. Sem saber quem elas são, é como brincar de cabra-cega, sozinho. Para descobrir quem está nessa brincadeira com você, defina melhor sua audiência.

Quais são meus objetivos?

A pergunta pode parecer simples demais, mas a resposta é capaz de surpreendê-lo. Há pelo menos oito grandes objetivos possíveis de atingir com o Marketing de Conteúdo. Ao estabelecer o seu, procure fazê-lo dentro da famosa técnica S.M.A.R.T: certifique-se de que ele é atingível, mensurável e que tenha prazo para acontecer.

Mas se seu objetivo for impulsionar as vendas de uma forma pontual dentro das próximas duas semanas de negociação ou criar um catalisador regional de curtíssimo prazo, talvez você queira considerar outras formas de marketing digital. Marketing de Conteúdo funciona, sim. Mas a médio e longo prazo. É um combustível refinado, que queima aos poucos e traz uma quantidade consistente de receita gradualmente, no decorrer de um período. A boa notícia é que seu conteúdo é como um ativo, que vai valorizando no decorrer do tempo. E por falar nisso…

Estou pronto para assumir compromisso?

Calma, é só brincadeira. (: Not really. É que, como em um relacionamento ou em qualquer projeto importante na sua empresa, o Marketing de Conteúdo exige alguma porção do seu tempo, da sua paciência e da sua capacidade criativa. Principalmente porque consistência e a irmã dela, a recorrência, são as damas de honra desse casamento. Elas exigem conteúdo bem elaborado e disciplina com as datas das publicações.

Você pode minimizar esse compromisso contratando alguém ou terceirizando a produção de conteúdo com especialistas. Ainda assim, ninguém tem uma visão holística do seu negócio (ou ao menos do seu departamento de marketing) tão ampla quanto você mesmo. Portanto, prepare-se: o Marketing de Conteúdo vai querer casar com seus objetivos. Mas o fruto dessa união serão lindos resultados, do jeito que você procura.

Qual o meu ponto de vista?

Aqui a gente volta à ideia da empresa no papel de editor de uma revista. Você já sabe quem é seu público. Então procure pensar nos temas que o interessa (eles têm fome de quê?) e que ângulo a sua empresa pode dar àquele assunto (qual o tempero dessa receita?). Cuidado para não acabar recheando as páginas da sua revista com propaganda. Apenas mostrar o quanto sua empresa e seus produtos são incríveis pode entornar o caldo. Independente de quem seja, seu público quer informação valiosa, quer aprender, quer sair do seu site, fechar os emails que você enviou ou o ebook que acabou de ler e sentir-se ao mesmo tempo saciado, satisfeito e inspirado.

Portanto, pense sobre o que seu público quer ler, não sobre o que você quer que ele leia. Só assim você terá um conteúdo realmente irresistível.

Como vou promover e medir?

Uma vez que você começa a produzir conteúdo, precisa ter um plano de ataque e outro de defesa: a forma como vai promover e compartilhar este conteúdo e como irá medir os resultados. Você vai usar as mídias sociais? Vai tentar criar parcerias com outros sites? Vai buscar autores convidados e pedir para promover os artigos publicados na rede deles? Ou você vai anunciar o conteúdo?

Há uma lista interminável de métodos possíveis. Encontrar os que funcionam melhor para seu público, setor de atuação e objetivos a atingir é parte da diversão (sim, eu disse diversão!).

Já houve um tempo em que estabelecer metas simples – como aumento do tráfego, do acesso aos posts, tempo gasto na página – era o suficiente para a maioria das empresas. Em um primeiro momento, ainda ajuda: ao menos a definir quem é seu público e como ele responde aos diferentes tipos de conteúdo. Mas ao passo que você vai refinando a estratégia, é preciso alçar voos mais altos – e prever formas de medir conversões de contatos e de vendas também.

Antes de iniciar sua estratégia de conteúdo, portanto, decida que público você almeja conquistar, que objetivo pretende atingir, como vai divulgar e de que forma acompanhará os resultados. Faça análises de tempos em tempos para conferir esses relatórios e realinhar os objetivos com as novas metas do seu negócio.

Se surgirem dúvidas nesse processo, basta recorrer ao espaço de comentários abaixo. Suas dúvidas e opiniões são sempre muito bem-vindas! E caso precise de ajuda para responder corretamente essas perguntas e implementar as respostas em sua estratégias, entre em contato com um de nossos consultores.

WEBINAR: Como começar sua estratégia de marketing de conteúdo

Previous ArticleNext Article

This post has 1 Comment

1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.