Nas landing pages, páginas específicas desenvolvidas para incentivar uma ação pelos usuários (comprar, assinar uma newsletter ou preencher um formulário, por exemplo), em sites, emails, blogs ou ebooks, a posição de determinados “botões” é imprescindível para o alcance dos resultados esperados por uma empresa. Também chamados de “gatilhos” e “chamadas”, os call to actions (CTAs) são locais indicados para visitantes de um site, blog ou email cliquem e sejam encaminhados até uma página de conversão ou para que a conversão seja, de fato, consumada.

Quando bem posicionados, os CTAs induzem determinada ação que uma marca deseja que um usuário tome. Conhecendo a importância desse fator em uma estratégia de marketing de conteúdo, é de extrema importância saber gerir tais “chamadas”. Abaixo, separamos cinco dicas que podem aumentar significativamente as taxas de conversão. Veja:

1. Use botões, links ou imagens

Call to actions não são limitados aos botões. Para garantir o clique de determinados usuários, é fundamental que as “chamadas” sejam diversificadas. Dessa forma, pense em utilizar links ou até mesmo imagens, que chamam mais a atenção, para encaminhar os visitantes do seu site até àquela página que você programou para que as conversões sejam realizadas.

2. Seja específico

Esqueça o termo “clique aqui” se deseja que um visitante preencha um formulário para baixar um e-book produzido por sua empresa. Indique a ele o que exatamente deve ser feito. Assim, ele entederá onde está navegando e as chances de chegar até as etapas finais de conversão são maiores. Utilize: “receba seu ebook aqui”, “clique aqui e baixe o seu ebook grátis” ou “preencha este formulário”, por exemplo. Além de específico, seja honesto.

3. Utilize chamadas de impacto

Da mesma forma com que a imagem chama a atenção do usuário, os números saltam aos olhos, por exemplo. Em uma página de venda de produtos, é claro que eles serão usados, principalmente nos valores expressos. Mas o interessante é utilizá-lo em situações distintas, tais como: “Ganhe agora 10% de desconto”. Criar urgência também pode ser uma boa dica: “compre agora”, por exemplo.

4. Ofereça algo realmente interessante em troca

No marketing de conteúdo, é comum que ouçamos falar a respeito do receio que muitos visitantes têm no momento de deixar seus dados (nome, email, telefone e empresa onde trabalha, por exemplo) em troca de algum material educativo. Portanto, é muito importante que essas ofertas sejam atrativas e, principalmente, que não façam com que ele se arrependa de ter feito o download. Além de pensar nesse aspecto, tenha em mente a importância de saber vender bem o seu material na landing page.

5. Setas, setas, setas

Pode parecer óbvio e clichê, mas as setas ainda têm um poder altíssimo em chamar a atenção para aquilo que interessa em uma página na web. Assim, distribua tal elemento gráfico de modo que ele indique os CTAs dispostos, mas não compitam com as chamadas.

Nesse processo, estudos de teoria das cores, usabilidade e UX podem auxiliar – e muito – a disposição de call to actions de modo que os leads não os ignorem.

Como você trabalha com os CTAs nas suas páginas? Compartilhe conosco pelos comentários abaixo.

 Ferramenta de marketing Contentools

Previous ArticleNext Article

This post has 4 Comments

4
  1. Pingback: 5 erros fatais que resultam numa baixa taxa de conversão - MARKETING DE CONTEÚDO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.