Passamos nossos dias tão imersos na criação dos conteúdos que às vezes esquecemos que estamos cercados deles o tempo inteiro. Na verdade, da hora que acordamos até a hora de ir para a cama dormir, estamos sendo constantemente impactados pelos conteúdos que nos cercam, já pensou nisso?

Seu alarme toca de manhã e você rola na cama para pegar o celular. Uma rápida passada pelo feed do Instagram antes de ficar pronto para o dia. Enquanto você levanta da cama para o chuveiro, pega o controle remoto e já liga a TV para ficar antenado nas últimas notícias locais. No seu trajeto para o trabalho, passa por outdoor, anúncios nas paradas de ônibus e muros aleatórios.

Ao longo do seu dia, você confere o email, redes sociais e diversos sites para concluir o seu trabalho. Então, retorna para casa, quando o seu dia pode começar a desacelerar. Bem, mas não antes de conferir as notícias, redes sociais e email pela última vez, claro. Tudo isso são exemplos de conteúdos em seus diferentes formatos.

Sempre que você encontra um anúncio, infográfico, vídeo, blogposts e outros, no decorrer do seu dia, você está se deparando com conteúdos. E todos foram criados especialmente para chamar a sua atenção.

Alguns acabam sendo ineficazes, chegando até ao ridículo, nos fazendo rir e balançar a cabeça para tentar desconsiderar aquilo que acabamos de ver. Mas, ainda tem aqueles outros. Aquele tipo de conteúdo que mexe direto na sua dor, que faz a gente voltar na timeline para ler com calma. Esse é o tipo de conteúdo que pode nos levar de “nunca ouvi falar na vida sobre isso” diretamente para “eu preciso disso agora”. É o tipo de conteúdo que pode mudar a sua percepção sobre algo. Esse é o tipo de conteúdo que você quer criar!

Se você ama a ideia de atingir a sua persona ideal por meio da criação de conteúdo, mas não tem ideia de como começar, então, você deve continuar lendo esse post. Nós listamos aqui as melhores práticas para você não apenas dominar a criação de conteúdo, mas também atrair mais consumidores. O que, afinal, é o objetivo dessa estratégia, certo?

O que é criação de conteúdo?

Criação de conteúdo é um processo que inclui o que chamamos de 3 D’s: Descoberta, Desenvolvimento, e Entrega.

  • Descubra tópicos, ideias, imagens que possam atrair o seu cliente ideal. Você pode ter uma ideia perfeita, mas o seu comprador também acha isso? É necessário conhecimento e habilidade para entender ao certo quem é o seu consumidor ideal e determinar quais ideias de conteúdo levarão ele para a próxima etapa da jornada.
  • Desenvolva conteúdo, escrito ou visual, baseado nas suas ideias. Você quer que esse conteúdo se comunique com o seu consumidor. Isso envolve pesquisar, escrever e desenvolver o conteúdo sobre algo que valha a pena – e que atrairá a atenção da sua persona.
  • Entregue o conteúdo criado para o seu cliente ideal, no formato de um blogpost, infográfico, vídeos, anúncios, email, ou uma combinação deles. Em outras palavras, você deve entregar o conteúdo para o seu consumidor da maneira que ele preferir consumir informações. Conhecer os melhores lugares para distribuir o conteúdo irá fazer a sua estratégia ser um sucesso ou fracasso.

Ou seja, criar conteúdo significa pensar em uma boa – e atraente – ideia, elaborá-la e apresentá-la no melhor formato. Enquanto o processo soa simples, saiba que é tão fácil criar conteúdos ruins e ineficazes, quanto conteúdos bons e eficazes.

O tempo, o trabalho em equipe, a pesquisa e a análise que envolve a produção de um conteúdo bom e eficaz podem exigir muito esforço. Além disso, a organização, dedicação e precisão que é necessária para para alcançar uma campanha de marketing de conteúdo de sucesso é muitas vezes interpretadas por criadores de conteúdo como confuso e frustrante. Na verdade, muitos nunca nem atingiram o seu potencial máximo.

De repente, você se encontra nessa posição agora, mas não se sentirá mais assim até o final desse artigo. Fique com a gente 🙂

Por que produção de conteúdo é importante?

Criar conteúdo é mandatório para abastecer o inbound marketing. Isso é o que permite alcançar a sua persona e educá-la com informações úteis e reais – na esperança que elas eventualmente comprem o seu produto ou serviço.

A criação de conteúdo não tem a finalidade apenas de encontrar novos consumidores. Também é usado para manter aqueles que você já possui. Os conteúdos criados destinam-se a ajudá-lo a se envolver totalmente com seus clientes – e clientes em potencial – de uma maneira muito valiosa.

Como criar ótimos conteúdos

Bons conteúdos são criados com base no conhecimento que se tem sobre quem irá consumi-lo. Qualquer pessoa pode produzir algum tipo de conteúdo, mas se criarmos ele com um propósito (o que você está fazendo), então precisamos apenas descobrir para quem será destinado.

Em seguida, você terá que decidir o que pode ser criado para atingir essa pessoa. Será um vídeo publicado no Facebook? Ou será um post informativo no blog que ajudará a responder uma dúvida que de repente o seu potencial cliente tenha? Existem infinitas possibilidades, por isso é importante pensar em conteúdos que melhor se encaixam com a sua persona.

Bons conteúdos precisam de tempo e dedicação. Crie uma persona e depois se permita ver o mundo por meio dos olhos dela. Isso ajudará a garantir que tenha algo benéfico para oferecer. Ter uma percepção completa de quem é seu ICP é uma maneira maravilhosa de debater idéias e tópicos.

Como criador de conteúdo, precisamos considerar muitas etapas e diferentes aspectos. Ou seja, é muito importante que tenha um esforço nosso para manter o processo de criação bem organizado. Delegar tarefas e ter passos claros ao longo do caminho pode garantir que você está caminhando para o melhor resultado possível.

A criação de conteúdo deve ter esses elementos-chave

Todos os conteúdos criados têm alguns elementos indispensáveis. Como para quem você está criando o conteúdo, mas também, como e onde você irá interagir com o consumidor. Para ser mais específico e ajudar você a se preparar para o processo de criação de conteúdo, listamos esses elementos-chave para você:

  • Buyer Persona: persona é a descrição do consumidor ideal que você quer atingir. Por exemplo, dê a sua persona um nome e determine coisas como idade, gênero, ocupação, status sócio econômico, nível de edução, objetivo de vida, medos e assim por diante. Note que o quanto mais específico você for na criação da sua persona, melhor a chance de impactar seu público-alvo.
  • Jornada de compra: está relacionada ao processo de compra que o consumidor passa quando decide o que comprar e de quem comprar um serviço/produto. Isso inclui os estágios: conscientização, consideração e decisão. Quando se trata de quem você está tentando atingir, onde esse consumidor se encontra na jornada? Que tipo de informações ajudaria eles naquela etapa específica para ir para a próxima, até torná-los consumidores?
  • Tom de voz: o tom escolhido para os textos tem um efeito direto na proximidade que você vai criar com seu cliente em potencial. O tom precisa ser consistente em todos os conteúdos da sua empresa. Isso irá deixar clara a personalidade do seu negócio e aproximará seu conteúdo do consumidor.
  • Meio: é necessário determinar os canais de distribuição que irão atingir a sua persona. Quanto mais você conhecer com quem você está se comunicando, mais claro será o caminho e como chamar a atenção desse potencial consumidor. Criar o tipo certo de conteúdo e distribui-lo no melhor canal, pode mudar completamente o resultado que terá com o conteúdo criado.
  • Resultado desejado: o que você está procurando obter com seu conteúdo? Decidir o resultado desejado é importante para determinar os passos que você precisará tomar para chegar lá.

O processo de criação de conteúdo

O processo de criação de conteúdo pode ser complicado. Criar conteúdo envolve várias pessoas, muitas ideias, e diversas possibilidades. E não termina aí. Uma vez criado, tem o processo de distribuição nos canais selecionados e acompanhamento para garantir o alcance do resultado desejado, medindo o resultado dos esforços.

E o que tudo isso significa? Significa que para ter sucesso com o processo de criação de conteúdo você precisa ter certeza que tudo está organizado e o processo irá fluir tranquilamente. Algumas dicas:

  • Crie uma estratégia de conteúdo que permita você entender qual o resultado desejado e o que você precisar para alcançá-lo.
  • Desenvolva um plano baseado na sua estratégia, que permita ter uma visão clara de todo o processo e todas as pessoas envolvidas em cada etapa.
  • Estabeleça uma equipe com pessoas com vários aspectos e origens. Saiba que algumas pessoas tem dons que outras não tem, como ser analítica ou criar gráficos. Outras podem até estar mais próximas do consumidor ideal e ter mais ideias do que outras. Reserve um tempo para montar sua equipe, onde cada pessoa possa usar sua habilidade e usá-la para maximizar os resultados.
  • Ser consistente na criação e distribuição dos conteúdos é importante. Você pode otimizar o processo usando um calendário editorial para evitar perder prazos e saber onde e quando o conteúdo será distribuído.

A criação de conteúdo é mais bem-sucedida quando o processo é simplificado. Encontrar um método que permita ter um processo organizado em cada etapa irá otimizar e beneficiar todo o time.

O que fazer quando faltarem ideias?

Você já se pegou encarando uma página em branco e torcendo para que “do nada” uma ideia nova surja na sua mente? Seu mundo de ideias já pareceu ficar vazio e bateu aquela preocupação? Se sim, a primeira coisa a se fazer é não entrar em pânico. Se isso por acaso acontecer – e eventualmente vai -, existem dicas para você manter o processo criativo fluindo.

  1. Revise o seu Google Analytics. Se você se encontrar em dúvida sobre a sua próxima ideia, dê uma olhada lá e descubra o que o seu leitor mais gosta de consumir. Em outras palavras, qual foi o conteúdo mais acessado? Isso pode te guiar para o próximo conteúdo de sucesso.
  2. Faça algumas pesquisas para encontrar os tópicos que estão sendo mais buscados. Você pode buscar por hashtags nas redes sociais, RedditThink With Google ou Buzzsumo para ter ideias.
  3. Fale direto com a sua audiência. Afinal de contas, são eles que você quer impactar. Simples, pergunte que tipo de conteúdo eles preferem ler mais sobre. Ou também é possível enviar formulários via email ou redes sociais para entender como você pode adicionar mais valor nos conteúdos produzidos.
  4. Pegue o seu conteúdo mais popular e reutilize-o. Tem um conteúdo que teve várias curtidas nas redes sociais? Então por que não torná-lo  um blogpost? Ou se tem um blogpost que performou bem, podemos criar um infográfico com base nele, certo?

Considerações finais sobre criação de conteúdo

Agora que você aprendeu sobre criação de conteúdo, ficará mais ciente do conteúdo ao seu redor. Afinal, do nascer ao pôr do sol, alguém está tentando chamar sua atenção. E agora você sabe como fazer o mesmo.

Não fique fora dessa! Descubra ótimos tópicos, desenvolva o conteúdo perfeito e entregue-o à pessoa certa. Você tem o conhecimento, agora é hora de criar!

Precisando de ajuda para ter o processo organizado ou até mesmo para produzir os conteúdos? A Contentools pode ajudá-lo, centralizando a estratégia em um só lugar e conectando você à uma base de profissionais altamente qualificada.

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.