Uma pesquisa de 2013 da CEB mostra que potenciais clientes só entram em contato com o vendedor quando 57% do processo de compra está completo. Isso significa que durante dois terços do processo de compra, os compradores estão pesquisando, formando opinião, conhecendo, criando uma lista de requisitos, e tudo isso sem ajuda da empresaAlém disso, 70% dos consumidores preferem conhecer uma empresa através de conteúdo do que publicidade, de acordo com estudo da Prospecta Inc. 

Infelizmente, ainda existe um receio em aceitar que não é mais possível vender o produto sem vender a marca e que este processo pode ser demorado. Por isso, se você trabalha em uma agência de marketing digital que vende ações que levem a esse tipo de estratégia, ainda deve encontrar clientes apreensivos por não conseguirem resultados imediatos. Mas convencê-los do contrário não precisa ser tão difícil se forem utilizados os argumentos certos.

Inbound marketing traz resultados à longo prazo, mas custa menos

Para qualquer tipo de empresa, mas especialmente para as pequenas ou de médio porte que têm um orçamento de marketing limitado, o Inbound Marketing pode se tornar uma estratégia que consome menos dinheiro. Isso porque quase todas as ações desse tipo de marketing são grátis, uma vez que quando você chega no nível de reconhecimento, o seu marketing acaba se fazendo sozinho. De acordo com dados feitos através de uma parceira da Prospecta com a Rock Contentinbound marketing custa 62% menos que o tradicional e gera três vezes mais leads.

Em compensação, à longo prazo, o ROI aumenta. De acordo com uma pesquisa de 2013 do Hobspot, 92,34% das empresas participantes afirmaram ter aumentado o seu tráfego quando implementaram inbound marketing e 85% sentiram a diferença em 7 meses.

A nutrição de leads gera um aumento de 20% nas oportunidades de venda 

Nutrição de lead é fase em que o lead é estimulado através de inbound marketing pra completar o processo de compra. Quer dizer que através de conteúdo atrativo, o seu cliente irá criar uma relação mais estreita com o mailing de prospects, clientes em potencial ou recorrentes ativos. Entendendo em qual processo de compra ele está, a empresa envia uma sequência de conteúdo atrativo por e-mail para mantê-lo engajado e interessado nos produtos em todo o processo de compra. 

Por exemplo, se a empresa vende equipamento para fotógrafos e o lead se cadastrou para receber newsletter, a empresa pode enviar vídeos tutoriais que ensinem como utilizar o produto ou apresente técnicas de manutenção das câmeras. O envio de material informativo, promoções e conteúdo relevante é dar mais informações ao lead que ainda não tem certeza sobre a compra, mantê-lo curioso e tornar a sua decisão mais clara.

A empresa se tornará uma referência 

Para atrair e conquistar os leitores, é necessário produzir conteúdo de qualidade, inovador e que desperte a atenção, além do desenvolvimento de uma boa estratégia de posicionamento dos seus canais de comunicação. As agências digitais que investem em inboud marketing costumam apostar na sequência: criação de conteúdo (blogs e ebooks– SEO – divulgação do conteúdo (como social media e-mail marketing), gerando impacto na: 

  • Audiência (visualizações de uma página, post, vídeo, etc.); 

  • Engajamento (comentários, compartilhamentos, visitas por usuário, assinatura de newsletters, etc.); 

  • Geração de leads (pessoas que fornecem seus dados em troca de informações, podendo se tornar clientes); 

  • Vendas (clientes que compraram logo após interagir com o conteúdo). 

Inbound marketing aproxima o cliente 

Se o seu cliente conseguir se tornar uma referência, explique a ele que o potencial cliente será um fã, devido ao conteúdo divulgado em blogs, redes sociais, ebooks, etc. É uma construção lenta que vai levando o lead através do funil de compra. Se o seu cliente mesmo assim achar difícil que a produção de conteúdo no início do funil aumente as vendas no final de funil, explique que um conteúdo de qualidade atrelado a uma estratégia não invasiva vai chamar a atenção do prospect porque ele verá que a empresa se preocupa em ganhá-lo na fidelização e não pagando por ele. Se o conteúdo agregar valor à experiência do usuário, ele será um cliente. 

Quais estratégias de inbound você já utilizou em seu negócio? Compartilhe conosco nos comentários ou entre em contato com nosso time!

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.