Muitas empresas estão produzindo conteúdo, mas poucas delas têm um processo de produção definido. Talvez porque a gestão de conteúdo está entre os maiores desafios que os profissionais de marketing enfrentam durante a execução de uma estratégia de inbound marketing. De acordo com um relatório da empresa HubSpot intitulado O estado do inbound marketing no Brasil 2015, gerir o conteúdo é o terceiro maior desafio das empresas no que se refere ao inbound.

Mas assim que uma empresa aposta no marketing de conteúdo, deve se lembrar de que como qualquer outra área, deve haver um workflow previamente planejado e documentado. É o workflow que vai estabelecer a prioridade das tarefas, os responsáveis por cada uma delas, a ordem das atividades e das publicações, etc. Se você está produzindo conteúdo, mas não segue um processo de produção, está na hora de enfrentar esse desafio. Vejamos como:

Como criar um processo de produção de conteúdo

Seja qual for o tamanho do seu time ou do seu orçamento de marketing, você não pode se dar ao luxo de ser ineficiente. Gastar tempo e dinheiro em uma execução ruim vai derrubar a produtividade da sua equipe e trazer pouco ou nenhum resultado. Para que seu time de marketing mantenha um workflow funcionando de modo sustentável, separamos algumas dicas:

Padronize um processo de desenvolvimento de conteúdo

O fluxo ideal de produção deve levar em conta metas e objetivos estabelecidos. Se o seu segmento tem um público-alvo bastante ativo na internet, talvez seja necessário publicar mais conteúdo para ter um bom resultado. Nesse caso, o processo deve estar muito bem alinhado, já que quanto maior o volume de conteúdo produzido, mais complicada se torna a gestão. No entanto, se você tem o fluxo estabelecido por ordem de prioridade, a equipe de redatores, os editores, os designers e quem mais participar da produção de conteúdo estará sempre pronta para executar a estratégia. Vamos a um exemplo de criação de um post:

#01 Defina personas e objetivos

#02 Liste keywords

#03 Separe as keywords que se encaixem na jornada de compra

#04 Defina a pauta do conteúdo

#05 Escolha o call to action e alguns links internos

#06 Selecione imagens e elementos gráficos

#07 Escreva

#08 Edite

#09 Publique

#10 Distribua

Esses passos são apenas um exemplo de como o processo precisa de um direcionamento para que aconteça da forma mais produtiva possível. A padronização do processo de produção não o engessa, pelo contrário, estabelece uma ordem lógica para toda a equipe.

Gerencie os prazos

Um dos maiores problemas que notamos nas empresas é o atraso na produção e publicação de conteúdo. Com tantas prioridades maiores e uma estratégia mal documentada, as organizações acabam por deixar de lado o marketing de conteúdo quando há algo mais urgente acontecendo. No entanto, seus leitores não querem saber disso, eles desejam continuar recebendo conteúdo na mesma periodicidade de sempre. Atrasar a entrega de conteúdo não é nada recomendado em uma estratégia de captação de leads, já que seus leitores podem ficar desapontados e procurar outra empresa que mantenha um calendário de publicações atualizado.

Uma maneira de tornar a produção sustentável é criar e seguir um calendário editorial. Para funcionar, um calendário de conteúdo precisa incluir datas para entrega e publicação, títulos, direcionamento para personas, responsáveis pela produção, etc. Também é importante compartilhar o calendário com toda a equipe e trabalhar para que os prazos sejam respeitados sempre. O atraso deve ser uma exceção.

Defina os responsáveis por cada etapa

Essa parte é muito importante e envolve todos os colaboradores que fazem parte do processo. Você pode ter um gestor de temas responsável por gerenciar as ideias de conteúdo, um redator, um editor, um designer, um social media e até alguém especializado em SEO. Muitas vezes, um profissional fica encarregado por mais de uma tarefa, mas mesmo assim é necessário deixar claro quem faz o quê. Se nem todos os processos puderem ser desenvolvidos internamente, terceirize.

Diferencie processos para conteúdos diferentes

As opções de conteúdo incluem blog posts, ebooks, white papers, podcasts, webinars, tabelas, quizzes, pesquisas de mercado, calculadoras, vídeos, infográficos, entre outros. Para cada tipo de conteúdo, você deve definir um processo diferente. Fazer um vídeo vai exigir um processo bem diferente se comparado à produção de um ebook, por exemplo. Estabeleça o processo antes de começar a produzir qualquer conteúdo. E claro, produza aqueles que fazem sentido para a estratégia da empresa e têm a preferência do público-alvo.

Conheça e utilize ferramentas

Para ganhar eficiência e escalabilidade para sua agência, você vai precisar da ajuda de algumas ferramentas. Ainda há quem goste da velha agenda, mas quando a produção envolve mais de uma pessoa, o melhor é utilizar ferramentas que forneçam a visão inteira do processo para todos os membros da equipe. Existem diversas ferramentas de gestão que automatizam as atividades burocráticas do dia a dia, como Runrun.it, Trello, Contentools e Google Drive. Seja qual for a escolhida, você certamente conseguirá organizar as tarefas que são prioridade, ter acesso rápido ao status dos projetos e saber exatamente no que a equipe está trabalhando.

Pronto para criar um processo de produção de conteúdo? Para aprender mais sobre o assunto, leia nosso post Como definir um fluxo de produção eficiente para sua equipe de marketing de conteúdo.

Para aprender mais ainda, baixe o ebook 8 Formas de ser mais produtivo no marketing de conteúdo.

 

Previous ArticleNext Article

This post has 1 Comment

1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.