Você decidiu trabalhar o inbound na sua empresa porque percebeu que precisa se posicionar no mercado e ser encontrado pelas pessoas certas no momento certo. Além disso, você sabe que essa estratégia te proporcionará resultados excelentes a médio/longo prazo, como aumento do tráfego orgânico e redução do CAC (custo de aquisição de clientes), por exemplo.

No entanto, isso não se confirmou e você não consegue identificar o motivo? Nós já falamos sobre resultado no post da Carol Egger e agora trouxemos aqui alguns pontos que podem se tornar seu calcanhar de aquiles caso você não dê a devida atenção a cada um deles. Entenda os possíveis motivos para você não estar tendo resultado com o marketing de conteúdo.

Porque não defini minha estratégia

Aqui no blog da Contentools temos vários materiais falando sobre a importância de construir uma estratégia consistente. Isso porque, sem estratégia a chance de você não chegar a lugar algum é bem alta! Assim como pessoas sem sonhos não realizam nada, empresas sem estratégia tendem a ficar estagnadas, sem crescer.

Uma boa estratégia é composta de personas, jornada de compra, palavras-chave, objetivos e tom de voz, elementos fundamentais para o conteúdo gerar valor e para que você também possa avaliar se o resultado obtido é satisfatório ou se precisa modificar algum ponto para melhorar!

Como afirma Neil Patel em seu blog:

Uma estratégia de conteúdo documentada vai eliminar os achismos e levar a decisões de marketing mais inteligentes.

Lembrando que personas são personagens semi-fictícios criados com base nos seus melhores clientes, aqueles que se você tivesse 1000 iguais a eles, estaria no auge do sucesso. É necessário criar um perfil bem completo, identificando não só idade, gênero, profissão, cargo, como também o estilo de vida, o dia a dia e as dificuldades que essa persona enfrenta. Conhecendo bem seu público alvo você poderá direcionar melhor seus conteúdos e atingir a pessoa certa no momento certo.

Para atingir a persona no momento certo, é preciso definir também como ela se comporta nas diferentes etapas da sua jornada de compra. Quando ela ainda não sabe que tem um problema, como fazê-la perceber isso? Criando conteúdos mais abrangentes, de topo de funil. Quando percebeu o problema, quais soluções podem ajudar resolvê-lo? Mostre as soluções (inclusive as que não são diretamente ligadas ao seu produto ou serviço) em conteúdos de meio de funil. Definida a solução, de quem comprar? Mostre seu valor com casos de sucesso, vantagens, investimentos. Responder essas perguntas com conteúdos específicos e direcionados para cada um desses momentos de cada persona fará com que ela evolua ao ponto de decisão independente do momento em que estiver quando chegar até você, pois será nutrida de conteúdos de qualidade para amadurecer.

Perceba que conteúdos de qualidade estão atrelados ao conhecimento do público alvo e ao relacionamento que você irá desenvolver com ele por meio desses conteúdos. Isso vai demandar estruturar um mapa de conteúdo, ou seja, um planejamento de conteúdos para cada etapa, definindo como e quando publicar.
Se você tiver 10 personas, produzir conteúdos de topo de funil para as 10, mas não tiver nenhum conteúdo de meio ou fundo, elas não irão evoluir na jornada de compra e essa estratégia provavelmente lhe trará muitos visitantes mas nenhuma conversão.

E é aí que entra a definição dos objetivos, o que você deseja alcançar com a estratégia de conteúdo? Gerar tráfego, leads, vendas? Talvez seja construir percepção de marca e autoridade no tema, melhorar ranqueamento nas ferramentas de busca, retenção e fidelização de clientes, enfim, é necessário definir pra onde ir! Veja o post da nossa CEO Emília Chagas para entender melhor esses objetivos e pensar no que você pode definir como alvo da sua empresa. Todos os conteúdos criados devem contribuir de alguma forma para que você chegue ao objetivo determinado.

Porque foquei em poucos tipos de conteúdo

Social posts dão resultados? Sim, eles podem trazer muito tráfego para o seu blog se você souber utilizá-los na divulgação de novos conteúdos. No entanto, trabalhar apenas com mídias sociais não gera indexação nos mecanismos de busca, ou seja, você não se posiciona no Google para ser facilmente encontrado com social posts, mas sim com blog posts.

Blog posts podem te ajudar a desenhar toda a jornada do cliente, no entanto, você não terá os dados dele para contato e nutrição com materiais específicos que proporcionarão o aceleramento da sua evolução até a compra, se não tiver alguns conteúdos especiais para disponibilizar mediante assinatura, por exemplo. Essa é a importância da produção de ebooks, infográficos, webinars, entre outros materiais ricos.

São inúmeras as ofertas de downloads, que muitas vezes trazem apenas mais do mesmo, mas assim como quem escolhe uma profissão, podemos dizer que sempre há espaço pra quem faz um bom trabalho. Dedicar-se na produção de conteúdos especiais, que realmente tragam uma novidade e agreguem conhecimento à quem fizer o download ou inscrição para acessar, certamente trará um excelente resultado na conversão de leads. Você terá um contato muito mais próximo com leitores verdadeiramente interessados, aumentando bastante suas oportunidades de vendas. Vale conferir o post do nosso parceiro André Siqueira da RD comentando sobre como se destacar nesse oceano vermelho.

Uma outra opção para trazer novos leads, que usamos bastante aqui na Contentools, é o desenvolvimento de Co-marketing e a criação de guest posts. O primeiro, trata-se de um marketing compartilhado por duas empresas com um mesmo público alvo, alinhando seus interesses e esforços para criarem juntas um impacto maior do que teriam sozinhas, na criação de eBooks, infográficos e diversos conteúdos em conjunto, levando as duas marcas. Ao fazer Co-Marketing, você não atinge apenas alguns potenciais clientes mas sim toda a base da empresa parceira, o que permite às duas capitalizar melhor os esforços e dar um grande salto no alcance do material.

Já na criação de guest posts, convide um especialista em algum assunto abordado por seu blog para criar um conteúdo específico para a sua audiência. Em troca, você pode fazer o mesmo. Vale usar também depoimentos de outros parceiros e fazer cases de sucesso. Essa é uma forma de utilizar conteúdos de terceiros de forma original, mantendo a qualidade do seu blog. Um dos nossos guest posts foi feito em parceria com a Hubspot e você pode conferir aqui.

Porque não dediquei tempo suficiente para obter resultado com o marketing de conteúdo

Tenha em mente que, independente do objetivo definido, você não o alcançará da noite pro dia. Isso porque o marketing de conteúdo requer dedicação de tempo para o seu gerenciamento.

Mesmo que você terceirize sua produção ao máximo, ninguém conhece melhor o seu negócio do que você e é necessário comprometer-se em acompanhar o desenvolvimento dessa estratégia de conteúdo, analisar o desempenho dela, coletar feedbacks e aprimorar constantemente.

Um blog post não tem todas as visualizações no primeiro dia em que é postado, é necessário tempo para a indexação nos mecanismos de busca, o que significa que você não vai ficar em primeiro logo que publicar. Isso pode causar ansiedade, no entanto, veja o lado bom: você produziu algo que estará disponível para o leitor pelo tempo que quiser, esse investimento poderá continuar trazendo muito resultado, mesmo depois de muito tempo da sua publicação. Diferente de campanhas isoladas, que tem um custo mais alto e um resultado limitado.

Além disso, será necessário acumular uma quantidade de conteúdo de qualidade para se tornar referência, é normal que um blog com apenas um post tenha pouco tráfego e alto bounce rate, afinal não tem mais nada pra ler além desse único conteúdo.

Veja o relatório da Hubspot, nele constatou-se que empresas com mais de 400 posts publicados recebem o dobro do tráfego obtido por aquelas que têm menos de 400 posts.

E também: empresas que publicaram mais que 16 artigos por mês tiveram 3,5 vezes mais tráfego que as que publicaram até 4 artigos por mês.

Podemos perceber a importância de dedicar tempo também para estruturar uma frequência de publicação definida e mantê-la, construindo um blog rico em conteúdos, certo? Esse é um dos pilares do sucesso do marketing de conteúdo!

Concluindo

São diversas as ações que você pode tomar para equilibrar sua estratégia e obter resultados significativos. É claro que você pode amparar seu inbound com Links patrocinados, já que as vezes é necessário retorno mais imediato. Apenas considere que a medida em que você investe neles eles custam cada vez mais.

Agora que te ajudamos nesse começo, é preciso colocar a mão na massa, afinal não existe comodidade no marketing de conteúdo. Ele demanda envolvimento de quem conhece sobre o mercado (você!) compartilhando todo esse conhecimento e transformando em resultados reais (por meio de conteúdos).

Para isso, definir processos, fluxos, responsáveis e datas é essencial. Pode ser difícil poupar o investimento de tempo na estratégia, mas você poderá usufruir melhor desse mesmo tempo automatizando os seus processos. Sem falar que, uma vez definidos os pontos chave, basta lapidar essa estratégia ao analisar os resultados já obtidos.

Lembre-se, de acordo com o Content Marketing Institute:

Empresas que definiram objetivos para o seu marketing de conteúdo tiveram cinco vezes mais resultados do que aquelas que começaram sem rumo.

Até a próxima! 🙂

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.