Você sabe por que as palavras-chave são importantes para o ranqueamento do conteúdo do seu site ou blog? Nesse post vamos conversar sobre os primeiros passos para otimizá-lo e melhorar os seus resultados.

Antes de qualquer coisa, é preciso entender qual a sua função. As palavras-chave são um dos fatores mais importantes para o ranqueamento das páginas da internet nos mecanismos de busca, como o Google, o Yahoo! ou o Bing. Os robôs desses buscadores lêem todas as páginas existentes na web e contextualizam seu conteúdo por meio das palavras-chave existentes. Com isso, conseguem identificar se ele corresponde ao que foi procurado pelos usuários e qual a relevância dele para cada pesquisa feita.

É por isso que, quanto melhor você usar as palavras-chave, melhor será o posicionamento do seu blog ou web site nas buscas feitas, fator essencial para que sejam encontrados pelo seu público-alvo que navega na internet.

Somado a isso está o fato de que as páginas que aparecem nos primeiros resultados da busca geram maior credibilidade. Basta pensar nas últimas buscas que você fez. Certamente os primeiros resultados pareceram muito mais confiáveis do que os outros, não é?

Mas, como usar as palavras-chave para otimizar meu conteúdo?

Essas palavras podem ser utilizadas de diversas formas, desde o código fonte do seu site até para compor o conteúdo em si, que pode envolver a publicação de notícias, descrições de serviços e até as legendas das imagens utilizadas. Em todos estes campos, é importante seguir alguns princípios:

A escolha das palavras-chave

Existem diversas estratégias para escolher as melhores palavras-chave para o seu conteúdo, mas a mais efetiva é a long tail, por trazer uma maior segmentação e qualificação dos cliques recebidos por essa busca.

Como funciona?

Veja no exemplo: suponha que a sua empresa venda bancos de madeira para jardim. Caso você opte por usar a palavra “madeira”, a concorrência será alta, já que essa palavra é buscada 450.000 vezes por mês, além de ser genérica demais e utilizada por um número muito grande de empresas. As pessoas que fazem a busca por esse nome podem estar procurando desde madeira para construção de uma casa até qual o melhor tipo de madeira para fazer o deck da sua piscina. Se você utilizar a palavra-chave “banco de madeira”, já diminuirá o volume de buscas, uma vez que essa palavra é buscada 5400 vezes por mês e os cliques e acessos já são mais qualificados do que com a palavra anterior. Porém, a pessoa ainda pode estar procurando por bancos de madeira para balcões, por exemplo. Já se você optar pela palavra-chave “bancos de madeira para jardim”, a qualificação da busca é máxima, mesmo com um fluxo menor de 880 buscas por mês, pois você está utilizando uma palavra-chave que atende especificamente aos interesses da sua persona.

Quantidade de palavras-chave em um texto

É preciso evitar dois extremos: tanto não usar palavras-chave, como usá-las em uma quantidade excessiva podem prejudicar a sua estratégia. Para títulos (H1) é recomendado que se utilize apenas uma palavra-chave, a principal que se deseja otimizar. Já nos subtítulos (H2) você pode usar outras palavras-chave relacionadas à temática abordada,  sempre levando em conta o tipo de linguagem que seu público alvo usa e por qual termo ele faria a busca.

Quando falamos de palavras-chave temos que tomar muito cuidado para usá-las com sabedoria. Um conteúdo bem feito precisa estar otimizado para os buscadores, no entanto, precisa ser um conteúdo de qualidade para ser considerado relevante, e isso significa um conteúdo focado em seu público alvo e nas soluções que ele busca.

Nos primórdios das estratégias de SEO, algumas empresas, na tentativa de melhorar o seu posicionamento a qualquer custo, “escondiam” palavras-chave em seu site escrevendo-as, por exemplo, na mesma cor do fundo. Dessa forma, não carregavam o visual da página e nem comprometiam o conteúdo, enquanto faziam com que as palavras fossem lidas pelos robôs dos buscadores. Esta é uma das práticas conhecidas como Black Hat, que podem ser penalizadas pelo Google com a exclusão da página dos resultados de busca.

Por isso, utilize o bom senso: use as palavras-chave adequadas, principalmente no primeiro parágrafo e nos títulos e subtítulos, mas nunca comprometa a fluência e o conteúdo do seu texto com o seu uso excessivo e fora de contexto.

Use variações das palavras-chave

Usar variações da palavra-chave, como plural e singular ou sinônimos, pode ter bons resultados, além de contribuir para textos com melhor qualidade. Procure pesquisar que palavras que podem ser utilizadas antes de partir para a produção do conteúdo. Alguns sinônimos, por exemplo, são pouco utilizados e dificilmente serão procurados, por isso, não precisam ser aplicados.

Uma boa ferramenta para pesquisar palavras-chave e variações interessantes para o seu negócio é o Google Trends , além da própria ferramenta de palavras-chave do Google AdWords, onde são configurados os anúncios patrocinados do mecanismo de busca.

Além da otimização, preocupe-se com a relevância do conteúdo produzido

A regra de ouro é: produza conteúdo para pessoas e não para os robôs de busca. A temática deve ser relevante e o conteúdo deve interessar ao leitor. Caso ele encontre o seu texto em buscadores devido ao uso de palavras-chave, mas não encontre informação útil no link, vai sair rapidamente do seu site, diminuindo a relevância do seu conteúdo.
Outra dica importante é evitar usar palavras muito buscadas, mas que não têm relação direta com seu conteúdo. Além de não atrair um público qualificado, elas ainda podem prejudicar o Índice de Qualidade da página – um dos fatores levados em consideração pelo Google ao consolidar o ranking de resultados.

Palavras-chave e qualidade do conteúdo: combinação vencedora

Preocupe-se sempre com a qualidade do seu conteúdo. Produza textos originais, com informações relevantes e bem escritos, e atualize o site com frequência. Encare as palavras-chave como uma ferramenta para auxiliar o seu público-alvo a encontrar o seu site e não como uma forma de chamar a atenção dos mecanismos de busca.

Aprendendo como utilizá-las de forma correta, as palavras-chave se transformam em um leque de possibilidades para que o seu site seja encontrado por diferentes caminhos de busca.

Utilizando essas dicas sem moderação você produzirá conteúdo com mais qualidade para atrair o público certo para o seu negócio. Aproveite e conte para a gente quais foram os resultados!

Quer aprender mais sobre marketing de conteúdo? Confira nosso ebook:

call-to-action-mkt-de-conteudo

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.