O marketing mudou e conteúdo virou rei. Você já deve ter visto variações desta frase em muitos lugares nos últimos tempos. É uma verdade absoluta. Com o protagonismo da internet na comunicação, as pessoas se tornaram mais ávidas por informações instantâneas. Isso fez surgir o marketing digital. Dois passos adiante surge o Marketing de Conteúdo.

Marketing de Conteúdo nada mais é do que uma estratégia de produção e distribuição de conteúdo dos mais variados formatos (texto, vídeo, áudio, infografia etc.) que as organizações usam para atrair e se relacionar com seu público-alvo. Em outras palavras, ao invés de investir em propaganda pura, agora é preciso entregar conteúdo valioso, que dê respostas e encante os potenciais clientes, para que eles reconheçam a autoridade da marca nos assuntos que permeiam seu universo e se sintam seguros para fechar negócios.

Conteúdo digital é mais barato e tem mais alcance

Engana-se quem pensa que estratégias de conteúdo digital só podem feitas por grandes empresas. Muito pelo contrário, pequenas e médias (PMEs) têm muito a comemorar com esta nova forma de fazer marketing. Afinal, produzir conteúdo próprio e ter meios para levá-lo até o público-alvo liberta todas as empresas da obrigatoriedade de investir muito dinheiro na mídia tradicional.

Basta comparar os valores pagos para anunciar em revistas impressas, em TV ou em rádios com o que se investe para a produção e distribuição de conteúdo próprio. O investimento é infinitamente menor. E o melhor: com marketing de conteúdo, dribla-se a resistência que o público tem com os anúncios tradicionais.

Conteúdo digital amplia os horizontes da marca e eleva a reputação

O anseio de toda marca é chegar ao coração de seus consumidores potenciais. Quando o foco do investimento era a mídia tradicional, não era possível ter 100% de certeza de que isso acontecia. Afinal, qualquer pessoa comprava o jornal ou assistia a um programa de televisão e tinha sua leitura ou sua programação interrompida para ver um anúncio. No impresso, não se tem certeza se as pessoas param na página do anúncio para ler a mensagem; na TV e no rádio, o controle remoto dá a possibilidade de mudar de canal/estação assim que chega o intervalo comercial…

Com a internet, isso muda totalmente. Agora é possível produzir conteúdo pensando exatamente no público-alvo. Somente as pessoas realmente interessadas vão buscar no Google informações relacionadas ao negócio da sua empresa e chegam até o conteúdo que você produziu. Também é possível usar algumas técnicas e ferramentas para que o conteúdo se destaque (palavras-chave, post patrocinados etc.). E o mais interessante: é possível monitorar o alcance das publicações, verificar em quais assuntos as pessoas mais estão interessadas… enfim, é possível criar métricas e avaliar resultados.

Conteúdo digital gera leads e potencializa negócios

Vender é o objetivo maior de toda e qualquer estratégia de marketing. Ao produzir conteúdo próprio, a empresa está direcionando seus esforços de comunicação para  atrair e se relacionar com potenciais clientes.

É possível identificar possíveis leads e conduzí-los no funil de marketing (alimentando um ciclo de nutrição) para se relacionar com eles e, quando estiverem preparados, se aproximar com um discurso mais voltado para a venda. Ou seja, ao invés de “assustar” o potencial cliente já tentando vender, é possível fazer com que ele se ambiente com o assunto, veja sua necessidade, reconheça a autoridade da marca, conheça os produtos e esteja totalmente aberto para conversar sobre a compra. Tudo isso de forma automatizada, com o mínimo de esforço humano.

7 dicas para iniciar uma estratégia de comunicação baseada em conteúdo digital

Agora que você conhece as principais vantagens que sua empresa pode obter ao produzir seu próprio conteúdo, veja algumas dicas para começar a aproveitá-las hoje mesmo:

1 – Conheça profundamente seu público-alvo

A gente fala melhor quando sabe com quem está falando. Para início de conversa, entenda quem é seu público-alvo.

Para fazer isso de uma forma bem assertiva, leia: Aprenda a criar buyer personas para sua estratégia de marketing de conteúdo.  

2 – Trace sua estratégia de conteúdo digital

O passo seguinte é criar uma estratégia, ou seja, definir planos de ação e listar os objetivos a serem alcançados com o conteúdo próprio. Nesta fase também é interessante pensar nos investimentos, no budget que será disponibilizado.

Listamos alguns passos aqui: 5 passos para criar uma estratégia de marketing de conteúdo efetiva.

3 – Crie seu blog corporativo

Os blogs são excelentes plataformas para a produção e publicação de conteúdo estratégico. Eles têm caráter periódico e convidam os leitores para a interação por meio de espaços para comentários.

Veja como criar e o que fazer para seu blog corporativo obter sucesso:

4 – Crie conteúdo original e de qualidade

Parece simples, mas não é. Diante do mar de conteúdo que não para de crescer, a originalidade é o grande trunfo das estratégias vitoriosas. Você precisa criar conteúdo altamente relevante (de interesse do público, bem fundamentado), criativo e que agrade aos olhos.

Estes posts irão lhe ajudar:

5 – Marque presença nas redes sociais

As redes sociais são os alto-falantes da sua estratégia de conteúdo. Ao mesmo tempo, são a via de mão dupla que permite o estabelecimento do diálogo entre a marca e seu público-alvo. As mais populares são Facebook, Twitter, LinkedIn, Google +, Instagram e Pinterest.

Mais do que estar presente em todas elas, você precisa conhecer as particularidades, verificar em qual delas seu público está presente, criar um objetivo específico para cada uma e utilizá-las de forma estratégica.

Saiba mais:

6 – Escolha os formatos dos seus conteúdos

Existem diversos formatos de conteúdo que podem ser utilizados para atrair e se relacionar com o público-alvo. O ideal é sempre intercalar entre texto, áudio, vídeo e infografia.

Entenda melhor:

7 – Mantenha uma boa frequência de publicações e o relacionamento sempre vivo

Como seu público-alvo está sendo assediado o tempo todo em suas timelines, o esforço para manter a marca sempre viva em sua mente deve ser contínuo. O ideal é que o relacionamento seja oxigenado todos os dias com a entrega de conteúdos sempre fresquinho.

Não significa que você não possa ‘requentar’ conteúdos. Para isso, use a criatividade: reembale em outros formatos, pincele trechos, fale de maneiras diferentes. Teste todas as possibilidades e você verá qual a quantidade de blog posts que deve produzir semanalmente.

Nas redes sociais, publique ao menos um post por dia. Veja algumas dicas:

E aí? Sua empresa já está pronta para usufruir das vantagens do marketing de conteúdo? Gostou destas dicas? Deixe um comentário!

Ebook Guia completo para uma presença online imbatível

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.