Quando se trata de e-mail marketing, há diversos pontos em que precisamos prestar atenção, se você já desenvolveu alguns materiais nesse sentido sabe do que estou falando certo? Podemos analisar o SEO do e-mail marketing, erros comuns que você pode estar cometendo ou então dar dicas para desenvolver um e-mail marketing matador. Contudo, a verdade é que nada disso importará realmente se você não estiver medindo os seus resultados. Afinal, é preciso saber se você está ou não atingindo os objetivos propostos no início da campanha, o e-mail marketing pode ser lindo, atender à vários requisitos “técnicos” e não agradar seu público alvo.

Após definir o seu objetivo com o envio do e-mail marketing, o próximo passo deve ser decidir quais serão as métricas que você utilizará para acompanhar o seu progresso e medir seus esforços. Acredite, temos muito mais a avaliar do que apenas a quantidade de respostas que recebemos depois de um envio de e-mail, vamos às métricas?

12 métricas de e-mail marketing que você precisa conhecer

1. Taxa de cliques

A taxa de cliques refere-se a porcentagem de destinatários de e-mail que clicaram em um ou mais links contidos em um determinado e-mail que você enviou. Para calculá-la, você deve utilizar a seguinte fórmula:

Total de cliques ou cliques únicos / Número de e-mails entregues

Quando alguém perguntar sobre suas métricas de e-mail marketing, essa deve ser a primeira que lhe vem à cabeça, pois é uma métrica do dia-a-dia.

2. Taxa de abertura

Outra métrica que deve estar sempre à mão é a taxa de abertura. Isso porque, antes de clicar em qualquer link do seu e-mail, o destinatário primeiro precisa abri-lo, não é mesmo? E essa métrica refere-se a exatamente isso: quantas pessoas abriram sua mensagem de e-mail. Contudo, é preciso levar em conta que há muitos clientes que têm seus e-mails automaticamente abertos e outros que não carregam as imagens automaticamente e, nesse caso, o e-mail não é registrado como aberto. Sendo assim, essa é uma métrica um tanto quanto “sombria”, por assim dizer.

3. Taxa de conversão

Essa taxa nos dá a percentagem de destinatários de e-mail que clicaram em um link dentro do e-mail e completaram a ação desejada, como o preenchimento de algum formulário ou a compra de algum produto. Em outras palavras, realizaram a conversão. Para calcular essa taxa, utilizamos a seguinte fórmula:

Número de pessoas que realizaram a conversão / Número total de e-mails entregues

Uma campanha de e-mail marketing sempre tem algum objetivo, ou seja, levar o destinatário a realizar alguma ação, mesmo que seja baixar algum e-book gratuito.

4. Taxa de e-mails que cancelaram a inscrição (Unsubscribe Rate)

Sempre haverá uma taxa de aceitação de cancelamento. Usando o 100 como base, você não pode deixar a taxa chegar a 0,05%. O importante aqui é procurar algum pico de cancelamento, que será um sinal claro de que o e-mail enviado não foi um sucesso e é preciso rever a campanha.

5. Taxa de rejeição

Diferente da taxa de cancelamento, essa métrica tem a ver com a porcentagem de e-mails enviados que não foram entregues com êxito à caixa de entrada dos e-mails destinatários. Para calcular essa taxa, utilizamos a seguinte fórmula:

Número total de e-mails devolvidos / Número de e-mails enviados

Neste ponto, é bom destacar que existem dois tipos de taxa de rejeição, a “hard” e a “soft”. A primeira refere-se aos endereços de e-mails inválidos ou inexistentes, ou seja, que nunca chegarão ao destinatário. A segunda, por sua vez, refere-se a algum problema temporário no endereço de e-mail ou no servidor.

6. Lucro por e-mail

Apesar de não ser muito discutida, essa é uma métrica bem importante, pois se refere a amarrar seus esforços em objetivos específicos; por exemplo, preencher algum formulário de solicitação de contato consultor. Assim, você deve medir e acompanhar a rentabilidade do seu esforço por clique. Para calcular, a maioria dos provedores oferece uma maneira de estipular as metas e obter relatórios a partir delas, demonstrando o que é rentável e o que não é.

7. Taxa de crescimento

Essa taxa diz respeito a quanto sua lista de e-mail está crescendo. Para calculá-la, basta seguir a seguinte fórmula:

[Número de novos assinantes – (Número de cancelamentos + Número de reclamações de spam)] / Número total de endereços na sua lista de e-mail

Controlar essa métrica é fundamental: por meio dela você perceberá se está ganhando ou perdendo assinantes e promoverá campanhas a fim de estender seu alcance e expandir o seu público, posicionando-se como autoridade.

8. Taxa de queixa ou abuso

Essa taxa refere-se ao número de assinantes que estão marcando o seu e-mail como spam. Usando o número 100 como base, você não pode deixar sua taxa ser maior do que 0,05%. Uma taxa aceitável é de 0,02% – dependendo, claro, do segmento em que você se encontra posicionado.

Uma dica para manter essa taxa sobre controle é deixar o link de cancelamento visível, pois esse é um dos maiores motivos que fazem as pessoas marcarem seu e-mail como spam: elas não querem mais receber seus e-mails e não conseguem cancelar. É melhor ter um cancelamento a ter uma reclamação de spam.

9. Taxa a prazo

Apesar do nome um pouco esquisito, essa é uma métrica para te deixar feliz. Ela mede quantas vezes uma pessoa abriu e leu seu e-mail e também indica se ela o enviou a outra pessoa, o que nos leva a próxima métrica.

10. Taxa de compartilhamento

Essa taxa refere-se à porcentagem de destinatários de e-mail que clicou em “compartilhar” para postar o conteúdo do seu e-mail em alguma rede social ou enviou para algum amigo. Para calcular essa taxa, utilizamos a seguinte fórmula:

Número de cliques em um compartilhamento / Número total de e-mails entregues

Essa é uma métrica consideravelmente importante, pois significa que sua campanha está fazendo você gerar novos contatos, já que as pessoas na sua lista estão te auxiliando a atrair novos leads. Por isso, encoraje sua lista a passar os e-mails para frente.

11. ROI

O retorno total sobre o investimento não poderia ficar fora da nossa lista. Afinal, você precisa saber de quanto está sendo o seu retorno. Para calcular o ROI, utilizamos a seguinte fórmula:

(R$ total em vendas realizadas – R$ total investido na campanha) / R$ total investido na campanha

Se você ainda não está calculando o seu ROI, comece agora!

12. Taxa de Churn

Essa métrica calcula o quanto sua lista está crescendo levando em conta a porcentagem de cancelamentos, reclamações e rejeições.

Uma taxa média de churn é de 25% ao ano. Isso significa que você precisa acrescentar 25% de novos assinantes todo ano apenas para manter sua lista constante.

A importância de analisar as métricas

Como você pode ver, as métricas existentes são diversas. Para calculá-las de modo mais eficiente, é importante que você tenha o seu objetivo em mente. Por exemplo: se o seu foco é aumentar os leads gerados com e-mail topo de funil, então a métrica que você deverá levar em conta é a de taxa de crescimento da sua lista de e-mails, pois esses e-mails conterão call to actions convidando os destinatários a assinar seu blog ou participar da sua newsletter semanal.

Mas se o seu objetivo é manter os assinantes envolvidos, então é preciso manter um olho nos assinantes desengajados e até removê-los de sua listagem, pois eles podem prejudicar sua taxa de spam ou outras métricas, já que estão colocando seu e-mail direto na lixeira. E esse não é o seu objetivo, não é mesmo?

O importante é que você estabeleça seus objetivos e suas métricas e crie o hábito de analisá-las. Os relatórios irão mostrar as interações e o comportamento do seu consumidor, ajudando-o a constantemente ampliar seu poder de alcance e o número de leads qualificados. Analisar as métricas é uma ação fundamental para a tomada de decisões que pode alavancar suas campanhas de e-mail marketing e, consequentemente, o desenvolvimento do seu negócio, do nome da sua marca e o sucesso de seu produto ou serviço.

Por que as métricas são importantes para o fluxo de nutrição de e-mail marketing?

Para trabalhar suas campanhas de e-mail marketing de forma eficiente é preciso segmentá-las. As métricas, assim como outros fatores, auxiliam nessa segmentação, pois mostram a interação e o comportamento do usuário. Sendo assim, o fluxo de nutrição consegue ocorrer de maneira mais certeira, evitando o retrabalho e auxiliando a sua comunicação de maneira mais focada e interessante para sua lista de destinatários.

Ferramentas para analisar suas métricas de e-mail marketing

De nada adianta saber quais são as métricas se você não tem ideia de que ferramenta utilizar para mensurá-las e analisá-las, não é mesmo? Por isso separamos este tópico para falar de algumas ferramentas que você pode utilizar para analisar suas métricas de e-mail marketing. São elas:

  • RD Station: Com a plataforma da RD Station você consegue segmentar sua lista de e-mail e criar campanhas focadas, estimulando altas taxas de cliques. Além disso, a plataforma permite o acompanhamento de desempenho de suas campanhas através da maioria das métricas que citamos anteriormente. Ela já possui alguns modelos de e-mail prontos para serem utilizados, possibilitando que suas campanhas sejam criadas rapidamente.
  • Hubspot: Assim como  RD a Hubspot é uma plataforma de automação de Inbound Marketing, e entre suas funcionalidades há o controle das campanhas de e-mail. Há a possibilidade de segmentação dos seus leads para envio de campanhas direcionadas, bem como pode-se obter informações sobre o desempenho da campanha em um painel ou por geração de relatórios. *A Hubspot também oferece um template gratuito para controle e gestão das suas campanhas de marketing que pode ser usados caso você não tenha ainda demanda para uma plataforma de automação.
  • Intercom: Com essa plataforma é possível utilizar métricas para definir vários segmentos. Com isso, é possível compreender qual o segmento precisa de mais suporte e enviar dados automaticamente. É uma plataforma que te ajuda a ajudar seus clientes. Simples assim.
  • Campaing Monitor: Com esta plataforma é possível criar campanhas e organizar seus contatos de e-mail, construindo segmentação com critérios personalizados. Além disso, é possível automatizar campanhas e fazer e-mails com conteúdo relevante, além de e-mails de boas-vindas e lembretes. É possível acompanhar o sucesso de suas campanhas, com relatórios em tempo real com as métricas que mencionamos, além de outras features.

Este post foi útil para você? Quais as métricas que você utiliza para mensurar suas campanhas de e-mail marketing? Compartilhe sua experiência conosco através dos comentários!

Ainda restam dúvidas? Entre em contato conosco e saiba como podemos te ajudar!

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.