Você sabe o que é fundamental para que sua estratégia de marketing de conteúdo obtenha os resultados esperados? A resposta é simples: monitoramento.

De nada adianta você focar seus esforços em uma produção de conteúdo com relevância e qualidade, mas não acompanhar o desempenho das mesmas. Isso porque as informações geradas por esse acompanhamento, ou seja, a análise das métricas, irão contribuir – e muito – para os ajustes da estratégia, a produção dos próximos conteúdos, o estreitamento do relacionamento com o cliente e o próprio alcance dos objetivos da empresa em relação ao marketing de conteúdo.

Entretanto, na hora da análise de métricas, muitos ficam meio perdidos e acabam sendo levados pelas métricas de vaidade que, apesar de tentadoras, não expressam o resultado verdadeiro do desempenho do seu marketing de conteúdo.

Pensando nisso, no post de hoje elencamos 21 sugestões de métricas de conteúdo a serem acompanhadas. Vamos lá?

Por que medir seu desempenho com o conteúdo?

Antes de elencar as tão esperadas métricas de conteúdo, é importante entender por que é necessário medir o desempenho do seu conteúdo. Conforme afirmamos rapidamente no início deste post, é através das métricas que você conseguirá compreender se o seu desempenho está atingindo os resultados esperados ou não.

Ao analisar as métricas, você consegue entender como está o seu número de visitas, se está conseguindo converter visitantes em leads e como foi o desempenho de um e-book, por exemplo. (Em nosso post “Por que medir os resultados do marketing de conteúdo”, aprofundamos mais essa questão: leia aqui.)

Mas como fazer essa medição? Existem ferramentas gratuitas, como o Google Analytics, que são de fácil compreensão e medição. Entretanto, para calcular as métricas, você precisa saber que elas podem se dividir em oito vertentes. Quer conhecê-las? Então, continue lendo!

As 8 vertentes das métricas de marketing de conteúdo

As métricas de marketing de conteúdo podem ser divididas em:

  1. Métricas de consumo
  2. Métricas de retenção
  3. Métricas de compartilhamento
  4. Métricas de engajamento
  5. Métricas de leads
  6. Métricas de vendas
  7. Métricas de produção
  8. Métricas de custos

Em nosso post “Conheça métricas essenciais para o marketing de conteúdo”, aprofundamos mais essa questão. Se quiser, leia aqui.

21 sugestões de métricas a serem acompanhadas em seu Marketing de Conteúdo

Na hora de acompanhar e medir o seu marketing de conteúdo, é importante fazer algumas perguntas. Essas perguntas serão as métricas a serem analisadas.

Agora, finalmente, vamos elencar as 21 sugestões de métricas para a análise do desempenho do seu marketing de conteúdo. Confira:

1) Qual é o número de pessoas que está consumindo o seu conteúdo? (Aqui nos referimos a páginas visitadas ou visitantes únicos. Também podemos citar o tempo médio em cada página.)

2) Que canais essas pessoas estão utilizando? (É importante medir a origem do tráfego, ou seja, por onde as pessoas estão chegando até o seu conteúdo, quais canais são mais utilizados.)

3) Qual a frequência e profundidade do seu consumo? (Aqui nos referimos ao número de visitantes por dia, de quais conteúdos são feitos download e por quanto tempo cada página é visualizada.)

Como você pode perceber, essas primeiras métricas (ou questões) estão relacionadas ao consumo. Respondê-las significa compreender o comportamento dos usuários, que tipo de conteúdo eles estão gostando mais e por quais canais eles estão chegando até o seu conteúdo. Com a análise desse tipo de métrica você consegue analisar o consumo do seu conteúdo de maneira mais detalhada, percebendo quais as páginas mais acessadas e quanto tempo os usuários permanecem em cada uma delas, por exemplo. Em seguida, temos:

4) O quanto você é eficaz na hora de prender a atenção do público após o primeiro ponto de contato? (Aqui podemos calcular as taxas de retorno e taxas de rejeição para verificar quais conteúdos são atrativos e quais não são. Veja as taxas de cancelamento de subscrição também.)

5) Quais das suas peças de conteúdo estão sendo compartilhadas? (Verificar o compartilhamento é muito importante para mensurar o engajamento do conteúdo e então planejar as próximas ações.)

6) Quem está compartilhando este conteúdo? (É importante verificar quem está compartilhando seu conteúdo para entender quem é sua persona, quais seus hábitos de consumo e comportamento.)

7) Como/onde eles estão sendo compartilhando? (Verificar os canais em que os conteúdos estão sendo compartilhados e de que maneira, por e-mail, publicamente, etc.)

Essas são as métricas de compartilhamento. Ao acompanhá-las e analisá-las, você consegue perceber os conteúdos que estão fazendo mais sucesso, ou seja, que estão sendo mais compartilhados, quais os usuários que estão compartilhando e de que maneira estão sendo compartilhados. Vamos para as próximas:

8) Como a interseção entre o consumo de conteúdo e as métricas de compartilhamento se traduzem em engajamento? (Aqui verifica-se os comentários, compartilhamentos e likes.

9) Será que o seu conteúdo inspira os usuários a tomarem algum tipo de ação (call-to-action)? (É importante verificar quantos usuários realmente fazem o que a call-to-action pede. Por exemplo, quantos downloads do conteúdo foram realizados?)

10) Que tipo de ação esses usuários estão tomando? (Verifique se os usuários estão realizando o download, entrando em contato, fornecendo informações, etc. Veja quais conteúdos provocam mais ações e quais não provocam.

11) Com que frequência eles estão tomando essas ações? (Quantos leads são gerados por dia, por mês?)

Essas são as métricas de engajamento. Com elas, você consegue perceber se o seu conteúdo está interessante e relevante o suficiente para prender a atenção do seu público-alvo. Você pode avaliar isso na quantidade de usuários antigos e novos, e também perceber o número de usuários que saem da sua página sem realizar uma ação (call-to-action), ou seja, não estão engajados nem interagindo com o seu conteúdo. Assim, você pode avaliar que tipo de melhorias são necessárias e se é o conteúdo ou a call-to-action que não está fazendo o efeito desejado.  E então reformular o que precisa ser reformulado.

12) Como o conteúdo está apoiando a geração de demanda em termos de geração de leads e nutrição de leads(meio de funil)? (Quais conteúdos auxiliam o usuário a andar pelo funil e quais não estão atingindo a meta esperada?)

Essa é uma métrica de lead que se refere a quantos leads foram gerados, quantos interagiram de fato com o conteúdo e quais. Com essa análise, é possível avaliar se o conteúdo está ajudando ou não na conversão de leads que estavam no topo e passaram para o meio de funil e do meio para o fundo de funil. Seguem as próximas métricas:

13) Como está a sua influência de funil de vendas? (Quais leads estão sendo influenciados pelos conteúdos?)

14) Como está o seu conteúdo em relação ao pipeline? (Qual foi o conteúdo em particular que fez com que o lead andasse pelo funil de vendas?)

15) Como o seu conteúdo está gerando receita? (Quanto cada lead está gerando de receita e qual conteúdo foi decisivo para isso?)

As métricas de vendas devem ser aplicadas principalmente para os consumidores que se encontram no fundo de funil ou já tomaram a decisão de compra. Assim, você consegue analisar quais foram os conteúdos consumidos – qual foi a trilha seguida – e perceber qual jornada de compra está dando certo, quais conteúdos estão influenciando mais a decisão dos consumidores e gerando receita. Mais algumas métricas:

16) Como a sua equipe lida com os prazos do calendário editorial e objetivos da estratégia de conteúdo – ela consegue atender essas demandas?

17) Quanto tempo sua equipe leva para transformar uma ideia de conteúdo em uma publicação efetiva?

18) Quantas peças de conteúdo você publica regularmente em um determinado período de tempo?

Essas perguntas estão relacionadas às métricas de produção. Essa análise permite avaliar se os prazos estão sendo cumpridos, se o calendário editorial está sendo seguido, quanto tempo leva para um conteúdo ser produzido e quantos conteúdos são feitos em um mês, por exemplo. Isso auxilia a melhorar o workflow de produção e todos os processos que envolvem a criação de conteúdo.

19) Quais são os custos globais do seu marketing de conteúdo?

20) Quais são os custos por peça de conteúdo?

21)Quais os custos por cada recurso criativo?

Essas são as métricas de custos, que auxiliam a calcular quanto custa um material em sua totalidade, levando todos os recursos em conta, inclusive os humanos. É possível calcular também os seus custos de distribuição, permitindo que você mensure e dimensione o seu orçamento, faça uma previsão e planeje as próximas ações.

Dica bônus

Falamos muito sobre diversas métricas, mas apenas sobre o desempenho pós-publicação. Contudo, não podemos deixar de fora as métricas a respeito da performance e tempo gasto.

É muito importante mensurar a performance do seu conteúdo analisando as seguintes métricas:

  1. Número de visualizações de páginas
  2. Número de usuários
  3. Número de visitas únicas
  4. Taxa de rejeição
  5. Tempo médio na página
  6. Número de visitantes que veem mais de uma página
  7. Número de visitantes novos
  8. Fontes de tráfego

Com a Plataforma da Contentools, é possível você conseguir ótimos profissionais de conteúdo, que estão preparados para a construção de textos pensando no desempenho dessas 21 métricas que elencamos, além de terem o melhor custo benefício de todo mercado. Quer começar hoje mesmo sua estratégia de conteúdo e gerenciá-lo com qualidade? Fale com um de nossos consultores!

Texto originalmente publicado em: Oct 27, 2016

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.