Sem tempo pra ler agora? Que tal ouvir esse conteúdo? Clique no play e aproveite!

Como integrar estratégia de conteúdo em vídeos e redes sociais

Uma boa estratégia de conteúdo engloba diferentes formatos e canais. E, atualmente, o consumo e compartilhamento de vídeos em redes sociais tem ganhado um grande destaque nessa equação.

Seja uma palestra, um tutorial ou uma dica de beleza. Os vídeos estão à frente dos conteúdos que mais engajam. Para você ter uma ideia, um relatório da Cisco mostrou que até 2020 os vídeos serão responsáveis por 82% de todo o tráfego na internet.

Em 2015, inclusive, os números já mostravam a dominação do formato em uma estratégia de conteúdo: cerca de 70% de todo o tráfego, de acordo com o relatório.

Dessa forma, o aumento do consumo de vídeos e a tendência de dominação do formato no ambiente digital alertam para uma mudança na estratégia de conteúdo. Afinal, os vídeos têm o poder de chamar a atenção, engajar e levar os usuários à ação!

Mas será que isso significa que você precisa começar toda a sua estratégia de conteúdo do zero?

Continue com a leitura e veja como integrar melhor o planejamento de marketing de conteúdo da sua empresa e tirar o máximo de proveito de cada canal!

Conheça os tipos de estratégia de conteúdo

Apesar do crescimento no consumo de vídeos na internet, não significa que você precisa jogar toda a sua estratégia de conteúdo fora. Pelo contrário, é possível adaptar os posts de blog, por exemplo, para outros formatos.

Com isso, você terá uma estratégia muito mais completa e com maior potencial de conversões.

Veja, a seguir, algumas das principais estratégias de conteúdos e como elas podem ser usadas a favor da sua empresa:

1 – Blog corporativo

O blog corporativo é uma base fundamental para uma boa estratégia de conteúdo. Afinal, a empresa tem total autonomia sobre esse canal. Assim, você tem liberdade para testar formatos e abordagens para entender o que traz mais resultados.

Outra grande vantagem em ter um blog corporativo está atrelada ao fato de ele colaborar com o SEO do seu site. Ou seja, o blog ajuda sua marca a ganhar mais relevância no Google e, assim, ter mais chances de aparecer nas primeiras posições para buscas de interesse.

Por fim, vale dizer que o blog é fundamental para educar as suas personas a respeito da importância dos produtos/ serviços. E, assim, captar mais leads e aumentar as vendas.

2 – Redes sociais

As redes sociais são um poderoso canal para a sua estratégia de conteúdo. Afinal, elas permitem manter um relacionamento próximo com o público. Além de serem fonte de valiosos feedbacks a respeito de seus desejos e problemas.

É importante dizer, no entanto, que desenvolver uma estratégia de conteúdo para as redes sociais não é sinônimo de falar apenas de si mesmo.

Tenha em mente que você está competindo com amigos e celebridades das pessoas, por isso, é importante oferecer algo mais.

Nesse sentido, é fundamental desenvolver conteúdos específicos para cada rede social. Além de mesclar a divulgação de produtos e serviços com dicas e temas de interesse das personas.

3 – Vídeo

Os vídeos normalmente geram mais engajamento do que outros tipos de conteúdos. E isso vale tanto para as plataformas específicas, como o YouTube, quanto para as demais redes sociais.

No entanto, de nada adianta criar vídeos só para se adequar às movimentações do mercado. Eles precisam estar de acordo com as suas personas e com a estratégia de conteúdo como um todo.

De acordo com um levantamento do Buzzsumo, os tipos de vídeos que mais engajam são:

  • Histórias motivacionais e inspiradoras;
  • Vídeos de “faça você mesmo”;
  • Vídeos curtos e com mensagens claras e objetivas;
  • Vídeos que permitem a compreensão da mensagem sem som.

Como definir uma estratégia de conteúdo matadora

1 – Defina os objetivos de cada canal

Todos os canais da sua estratégia de conteúdo precisam ter um objetivo específico definido. Afinal, é o objetivo que vai guiar a redação dos conteúdos, seus formatos e canais de divulgação. Bem como o papel específico de cada canal dentro da estratégia.

Ainda assim, é importante também que todos os canais estejam alinhados com o objetivo macro do marketing e da empresa.

Entre os principais objetivos de uma estratégia de conteúdo estão:

  • Ganhar autoridade no mercado;
  • Educar o mercado a respeito dos produtos/ serviços;
  • Aumentar e melhorar a percepção de marca;
  • Gerar mais engajamento entre as personas e a marca;
  • Aumentar a receita e os lucros futuros com os clientes atuais;
  • Gerar leads qualificados e aumentar a conversão.

2 – Planeje a estratégia

Uma estratégia de conteúdo de excelência vai muito além de escrever posts. Por isso, é fundamental que você desenvolva um planejamento para os canais e entenda como cada um deles pode colaborar para o objetivo final.

Aqui, é importante definir os indicadores de sucesso ou KPIs. Essas métricas serão importantes para avaliar se a estratégia está ou não cumprindo com os objetivos. Assim, é possível rever ou reforçar as ações ao longo da execução do planejamento.

Depois, é essencial que você compreenda quem são as personas do seu negócio. Ou seja, trace um perfil semi-fictício que represente o cliente ideal da sua marca.

Essa ação facilitará o entendimento de quem são os seus potenciais clientes, quais as suas dores e quais as informações que eles buscam.

Com isso, ficará mais fácil de montar o calendário editorial e produzir um conteúdo que realmente faça a diferença na vida das suas personas.

3 – Defina o seu calendário editorial

O calendário editorial reúne os conteúdos que já foram e serão postados nos canais. É ele que permite controlar a frequência e os temas que serão explorados em cada frente.

calendar

O calendário pode ser criado tanto em uma planilha em Excel quanto em uma ferramenta específica para esse fim. O importante aqui é organizar os canais e os conteúdos para que eles façam sentido e estejam de acordo com o planejamento.

Para facilitar, anote algumas das informações que são importantes aparecerem no seu calendário editorial:

  • Data e horário das publicações;
  • Status do conteúdo: em produção, em aprovação, em revisão, entre outros;
  • Responsáveis por escrever e aprovar o conteúdo;
  • Palavra-chave foco do artigo (para o caso de blogs corporativos);
  • Persona para qual o conteúdo é destinado;
  • Call To Action (CTA) de cada conteúdo.

4 – Encontre o equilíbrio entre quantidade e qualidade

Essa é uma dúvida bastante comum quando falamos em estratégia de conteúdo. Afinal, a maioria das empresas acaba focando exclusivamente na qualidade e deixando a frequência de lado.

É claro que é importante oferecer conteúdos relevantes e exclusivos para as suas personas. No entanto, você não precisa fazer o melhor post do mercado todas as vezes. Afinal, é importante que o Google e outros buscadores entendam que o seu blog está ativo.

Por isso, encontrar o equilíbrio entre a qualidade e a quantidade é tão importante. Ao manter uma boa frequência, você aumenta as chances de ser rankeado pelos buscadores.

Em contrapartida, a qualidade acaba mantendo o seu público engajado e atento para os próximos posts que serão publicados.

Uma boa dica aqui também é revisar os conteúdos publicados no blog corporativo de tempos em tempo. Assim, você consegue deixá-los mais otimizados para o Google e atualizados para que eles continuem sendo de interesse das personas.

Integrando a sua estratégia de conteúdo

Como dissemos, uma boa estratégia de conteúdo consegue unir diferentes canais e formatos. Assim, é possível oferecer temas, complexidades e abordagens diferentes e que vão de encontro com o estágio de decisão de compra da sua persona.

Outro ponto importante aqui, é que, tanto as redes sociais quanto os vídeos são excelentes fontes de acesso para o blog corporativo. Por meio deles, é possível divulgar e complementar os posts, deixando a estratégia de conteúdo ainda mais rica.

Como potencializar o conteúdo do seu blog corporativo

Antes de tudo, não deixe de divulgar os posts do blog em outros canais como Facebook, Twitter, Instagram. Assim, é possível manter o seu público informado das últimas novidades e ainda ampliar o alcance do blog.

Os vídeos podem ser uma maneira de chamar a atenção sobre um assunto e, depois, levar o expectador a se aprofundar mais sobre ele no blog. No entanto, o contrário também é válido: você pode usar os vídeos para complementar um tutorial ou deixar as informações do post mais claras.

Além disso, os vídeos podem ser transformados em posts para o Instagram, tanto na timeline quanto nos Stories e no IGTV. Aqui, eles podem vir em formato de chamadas para o post do blog ou para o próprio vídeo no YouTube.

Outra boa ideia é fragmentar um conteúdo em pequenos vídeos para o Instagram. Dessa forma, você consegue levar a discussão para outros canais.

Por fim, use o Facebook para ampliar a audiência dos seus posts e, até mesmo, dos vídeos no YouTube. Por meio dos anúncios na rede social é possível impactar mais pessoas dentro do seu público. Assim, você consegue uma audiência maior e uma taxa de conversão mais alta!

Sinergia é sinônimo de uma estratégia de conteúdo de sucesso!

No final das contas, conseguir integrar os vídeos, o blog e as redes sociais de forma harmônica e estratégica é o que fará a diferença para alcançar os resultados.

Comece a incorporar vídeos nos posts do blog e link os posts na descrição dos vídeos do YouTube. Use as campanhas do Facebook para aumentar o alcance, crie gifs com os vídeos e faça Stories ao vivo no Instagram para tirar dúvidas sobre o tema.

As possibilidades são muitas e, usadas de forma coerente, farão com que a sua empresa seja imbatível no conteúdo!

Conteúdo produzido pela Agência Elévon
www.elevon.com.br

 

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.